.posts recentes

. A caminho da Final da Taç...

. A caminho de mais uma fin...

. RECORD NACIONAL!!!

. SUPERTAÇA TAMBÉM É NOSSA!...

. Tudo sobre os Caracóis!!!

. Começo da nova época à vi...

. Maria Madalena

. Júlia florista

. Foi na travessa da Palha

. Avé Maria Fadista

. A morte da Mouraria

. A moda das tranças pretas

. A casa da Mariquinhas

. Eu queria cantar-te um fa...

. Fado Malhoa

. O Embuçado

. São só milhões!!!!

. O papa-taças!!!!

. Arrumando a casa para 200...

. A limpeza continua!!!

.posts recentes

. A caminho da Final da Taç...

. A caminho de mais uma fin...

. RECORD NACIONAL!!!

. SUPERTAÇA TAMBÉM É NOSSA!...

. Tudo sobre os Caracóis!!!

. Começo da nova época à vi...

. Maria Madalena

. Júlia florista

. Foi na travessa da Palha

. Avé Maria Fadista

. A morte da Mouraria

. A moda das tranças pretas

. A casa da Mariquinhas

. Eu queria cantar-te um fa...

. Fado Malhoa

. O Embuçado

. São só milhões!!!!

. O papa-taças!!!!

. Arrumando a casa para 200...

. A limpeza continua!!!

.arquivos

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

A caminho da Final da Taça da Liga 2008


30-01-2008
Na Final

O Sporting garantiu o acesso à primeira final da Taça da Liga depois de bater o Penafiel por 3-1, em jogo a contar para a 3.ª jornada da fase de grupo. Com dois golos e uma assistência, Izmailov foi o herói da partida.

Com apenas duas alterações em relação ao encontro frente ao FC Porto (Gladstone e Purovic nos lugares de Polga e Liedson), o Sporting entrou em campo com o objectivo de chegar à final do Algarve, mas demorou a encontrar o seu jogo. Apenas à passagem do quarto de hora criou a primeira situação de perigo, com Tonel a cabecear por cima da baliza de Palatsi.

Aos 20 minutos começou o «show» de Izmailov. A passe de João Moutinho, o russo apareceu na cara do guardião penafidelense e assistiu Romagnoli, que só teve de encostar. Aos 28 minutos, fintou dois adversários e marcou o segundo. A partir daí e até ao intervalo, o russo, Romagnoli, Simon e João Moutinho não deram descanso aos defesas penafidelenses. A equipa nortenha nunca deixou de procurar a baliza de Rui Patrício, que mostrou sempre muita segurança.

Para a segunda parte, Paulo Bento fez entrar Celsinho para o lugar de Simon. Nos 45 minutos que o brasileiro esteve em campo, tomou parte em quase todas as situações de perigo que os «leões» criaram, sempre a jogar simples e mostrando alguns pormenores de fazer encher o olho aos adeptos presentes em Alvalade.

Com a vantagem de dois golos no marcador, a turma «leonina» baixou a intensidade de jogo e acabou por sofrer, com alguma infelicidade, um auto-golo (Gladstone, aos 66). No entanto, a equipa verde e branca reagiu e voltou à carga até apontar o golo da tranquilidade novamente por intermédio de Izmailov. Depois de andar um pouco desaparecido, o médio russo tranquilizou os adeptos, ao concluir uma jogada inventada por Pereirinha e Purovic. Até ao ultimo apito do árbitro o Sporting podia ter aumentado a diferença no marcador, mas não conseguiu desfeitear Palatsi pela quarta vez.

FICHA DE JOGO:

Taça da Liga - 3.ª jornada da fase de grupo
Estádio José Alvalade
Árbitro: João Ferreira
Árbitros Assistentes: Pais António e Luís Ramos
Ao intervalo: 2-0
SPORTING: Rui Patrício, Pereirinha, Tonel, Gladstone, Ronny (Farnerud, 83m), Miguel Veloso, Moutinho, Romagnoli (Adrien, 65 m), Izmailov, Simon (Celsinho, 45 m) e Purovic
Treinador: Paulo Bento
Suplentes não utilizados: Stojkovic, Had, Tiuí e Paulo Renato
Disciplina:
Golos: Romagnoli (20 m) e Izmailov (28 e 86m),
PENAFIEL: Palatsi, João Pedro, Kelly, Franco, Pedro Araújo, Hélder Sousa, Lourenço (Ferreira, 77 m), Rui Sampaio (Paulo Gomes, 45m), Bakero, Dias (Bacari, 45 m) e Guedes
Treinador: António Sousa
Suplentes não utilizados: Avelino, Celso, Diego Mourão e Fabrício
Disciplina: Cartão amarelo a Hélder Sousa (70 m), Pedro Araújo (79 m) e a Franco (89 m)
Golos: Gladstone (p.b., 66 m)

Texto: Francisco Sá
Fotos: Pedro Cruz
publicado por meninolopes às 19:08
link do post | comentar | favorito
|

A caminho de mais uma final em 22 de Março.

publicado por meninolopes às 18:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 2 de Setembro de 2007

RECORD NACIONAL!!!

Daniel Grund, Reuters 2007-09-02 - 00:00:00 Histórico: Porto a olhar para o céu!!! 600 mil pessoas nas margens do rio Douro!!! A Red Bull Air Race terminou ontem, mas volta já no próximo ano Para se ter uma ideia da magnitude que atingiu o dia de ontem do Red Bull Air Race, junto ao rio Douro, basta começar por referir que no São João, festa popular da cidade Invicta, estima-se que serão entre 120 a 140 mil as pessoas a sair à rua, no Porto. Ontem foram 600 mil os espectadores que se juntaram nas margens do Douro. Um número que, para além de histórico, atingiu um recorde nacional, já que nenhum outro evento conseguiu reunir, em solo luso, tanta gente no mesmo dia. Desde as 06h00 que o público começou a chegar para assistir aos voos das máquinas dos 12 pilotos apurados para as finais de ontem. Desde pequenas cadeiras até sacos-cama, tudo valia para permitir o conforto de quem seguiu as instruções da organização e se deslocou bem cedo para junto do local da prova. Às 08h00, as autoridades estimavam que o número de espectadores já atingia os 250 mil do dia anterior. Seria fácil de prever as complicações que daí viriam. Trânsito parado, filas enormes de espera junto às pontes e ainda enorme confusão nas estações de metro mais próximas foram consequências naturais ao longo de todo o dia, que juntou mais de meio milhão de pessoas nas margens do rio Douro. SEGURANÇA APROVADA Fonte da organização revelou-se bastante satisfeita pelos números atingidos durante todos os dias da prova, mas principalmente pela meta dos 600 mil ontem atingida, já prevista na apresentação do evento. “As expectativas foram plenamente correspondidas, talvez até superadas. Temos consciência de que ultrapassámos o meio milhão de pessoas e que a capacidade do local foi esgotada”, referiu a fonte, sem deixar de lembrar o facto de não ter surgido qualquer problema de maior: “Depois de tanto alarido ficou provado que o plano de segurança estava adequado.” Entre o calor, os espaços sobrelotados e consequentes indisposições e desmaios, foram 120 as ocorrências registadas pelas forças de segurança, das quais duas obrigaram a transporte para o hospital. Uma detenção por injúrias à autoridade completa a pintura em relação à segurança do dia decisivo da competição. ATÉ DEU PARA FECHAR O CAFÉ Face à multidão presente, não seria difícil adivinhar a afluência aos cafés e restaurantes das proximidades. Quando a essa multidão se junta o calor que se fazia sentir nas margens do rio Douro, a grande procura por uma bebida fresca trouxe o sucesso à restauração. “Para mim, devia haver um evento destes três vezes por ano, que aí o negócio melhorava e não era pouco”, disse Aida Magalhães, proprietária do café Maré Baixa, no cais de Gaia, e que decidiu fechar o seu estabelecimento ao público, por volta das 16h00, ainda a prova não tinha terminado. A explicação foi dada ao CM: “Já estamos abertos desde as 06h00 e as bebidas praticamente esgotaram. Já fizemos bastante negócio durante o dia de hoje [ontem], acho que agora merecemos descansar”, revelou. E O VENCEDOR É... STEVE JONES Foi um dia de fortes emoções, em termos competitivos, aquele que se viveu ontem junto ao rio Douro. Depois da confirmação de que o espanhol Alejandro Maclean havia resolvido os seus problemas mecânicos e que, por consequência, Klaus Schrodt ficaria de fora, o que interessava saber era quem seriam os oito magníficos a passar aos quartos-de-final. A verdade é que a primeira prova de qualificação do dia eliminou mais quatro pilotos, sendo eles Arch Hannes, Sergey Rakmanin, Frank Versteegh e Michael Goulian, que completaram os piores tempos e ficaram de fora dos confrontos mano a mano que viriam a decorrer daí para a frente. O entusiasmo entre o público cresceu assim que teve início a fase do mata-mata, em que os pilotos, em confrontos individuais, tinham de fazer melhor tempo do que o adversário directo. Assim se encontrariam os apurados para as meias-finais e final. A prova viria a coroar, de forma algo surpreendente, Steve Jones como o grande vencedor da etapa do Porto da Red Bull Air Race, piloto britânico que já não entra para as contas do título das World Series de 2007, lideradas por Mike Mangold, americano que ontem conseguiu o segundo lugar mas que completou o circuito com mais 33 centésimos de segundo do que o grande vencedor do dia, que fez o excelente tempo de 01:10.32. Curiosamente, os pilotos que chegaram à final tinham sido penalizados no primeiro dia de treinos livres, o que não viria a perturbar os dois pilotos que saíram por cima da etapa portuense. Steve Jones coleccionou a primeira vitória do ano, enquanto Mike Mangold continua na liderança geral da prova. CENTÉSIMO DE SEGUNDO DECISIVO Ponto alto do dia foi a meia-final entre Steve Jones e Peter Besenyei, em que o primeiro levou a melhor, por um centésimo de segundo. AIR RACE DE VOLTA EM 2008 Se não foi um dos 600 mil que ontem assistiu à etapa portuense, descanse. A prova estará de regresso no próximo ano e é garantido que os voos da Air Race sobrevoarão o Douro pelo menos até 2009. COUCEIRO COM AMOR ÀS 4 RODAS Presente no evento esteve também o conhecido piloto de automóveis Pedro Couceiro, que se revelou entusiasmado com o evento mas “incapaz de pilotar um avião”. “Tenho amor às quatro rodas e ao chão que piso”. NOTAS PORTUGUESES COM ESCOLHA Há a tendência entre o adepto de qualquer prova em escolher um preferido para a vitória. O Aeroclube de Viseu fez questão de apoiar Frank Versteegh. MÁRIO PARDO ELOGIA PROVA Na cerimónia de abertura houve lugar a um salto do base-jumper Mário Pardo, que elogiou o Red Bull Air Race: “Excedeu as minhas expectativas”. ADESÃO ESMAGADORA Para o secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas a adesão do público portuense foi “esmagadora”, num espectáculo que classificou como “fantástico”.
tags:
publicado por meninolopes às 18:26
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 12 de Agosto de 2007

SUPERTAÇA TAMBÉM É NOSSA!!!!!!

 11-08-2007
FC Porto, 0 - Sporting, 1: Izmailov resolveu

O Sporting garantiu o primeiro troféu da época, vencendo a Supertaça frente ao FC Porto por 1-0. Um golaço do russo Izmailov, aos 76 minutos, elevou a moral dos “leões” para o início do campeonato.

Paulo Bento surpreendeu ao colocar Pedro Silva como lateral-esquerdo, e Abel na direita. De resto, tudo igual ao Torneio do Guadiana, com Tonel e Polga no eixo, Miguel Veloso na posição mais recuada do losango, Moutinho e Izmailov como interiores e Romagnoli com a missão de abrir jogo para Derlei e Liedson.

No lado do FC Porto, Jesualdo Ferreira “escondeu” o habitual 4x3x3, colocando o meio campo com quatro unidades (Marek Cech actuou na meia esquerda), deixando o ataque confiado a Lisandro e Adriano.

O Sporting foi sempre uma equipa coesa em termos defensivos, mesmo depois da súbita lesão de Pedro Silva, pecando, contudo, na primeira parte ao nível da construção ofensiva.

O FC Porto utilizava um futebol mais directo, apostando na criatividade de Quaresma para desequilibrar as operações. O encontro foi mais musculado do que bem jogado e teve poucas situações de golo. Num livre directo, os portistas, por intermédio de Quaresma quase marcaram, mas a bola foi ao poste da baliza de Stojkovic. O sérvio demonstrou novamente muita concentração entre os postes, resolvendo duas situações com segurança. Depois, numa toada algo quezilenta, o jogo perdeu muito do que havia prometido na fase inicial. O FC Porto tinha mais bola, e uma incursão de Fucile pelo lado esquerdo, voltou a colocar a defesa do Sporting em sobressalto.

Mas os “leões”, sempre com Derlei em constante movimento, criou algumas situações perigosas para a baliza de Helton e terminou a primeira parte em crescendo.

Na segunda parte, o Sporting veio disposto a alterar o rumo dos acontecimentos, concedendo menos espaço no miolo. No entanto, mesmo com Izmailov menos preocupado em fechar, o Sporting teve pouco engenho para surpreender a defensiva do FC Porto.

Jesualdo Ferreira apostou então em Kazmierczak (Cech), para tentar desatar o “nó” do empate. Contudo, no minuto seguinte, quem desatou o encontro foi o russo Izmailov, com um petardo do meio da rua, a decidir a Supertaça. Até final, com o FC Porto a tentar ainda discutir o resultado – Kaz por pouco não fez a igualdade com um remate em arco ao poste – houve mais espaço para o Sporting apostar no contra-ataque. Já com Yannick Djaló (Derlei) e Gladstone (Romagnoli) em campo, para segurar o triunfo, o Sporting soube sofrer para garantir a sexta Supertaça do seu historial.

Supertaça Cândido de Oliveira
Estádio Municipal Magalhães Pessoa, em Leiria.
Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal).
Árbitros Assistentes: António Godinho e Paulo Ramos
4º Árbitro: Marco Ferreira
Resultado ao intervalo: 0-0

FC PORTO: Helton; Bosingwa, Pedro Emanuel, Bruno Alves, Fucile, Paulo Assunção (Leandro Lima, 84 m), Raul Meireles (Mariano Gonzalez, 78 m), Marek Cech (Kaz, 75 m), Quaresma, Lisandro Lopez e Adriano.
Treinador: Jesualdo Ferreira.
Disciplina: Cartão amarelo para Paulo Assunção (2 m), Pedro Emanuel (10 m) e Mariano Gonzalez (85 m).

SPORTING: Stojkovic; Abel, Tonel, Polga, Pedro Silva (Ronny, 11 m), Miguel Veloso, Moutinho, Izmailov, Romagnoli (Gladstone, 86 m), Derlei (Yannick Djaló, 86 m) e Liedson.
Treinador: Paulo Bento.
Disciplina: Cartão amarelo para Abel (16 m), Polga (58 m) e Derlei (86 m)
Golo: Izmailov (76 m).

Texto: Sandro Baguinho
Fotos: Pedro Cruz

publicado por meninolopes às 01:51
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Tudo sobre os Caracóis!!!

Reportagem



2007-07-07 - 00:00:00

Caracóis
O negócio do petisco de Verão

Mariline Alves


Vêm de Marrocos às toneladas para satisfazer o apetite dos apreciadores. O negócio de importação de caracol prospera – os animais comprados por 80 cêntimos o quilo em África chegam à mesa dos cafés a um preço 16 vezes superior. O mau tempo de Junho diminuiu o consumo e a escassez da produção fez disparar os preços

Para um apreciador de caracóis, o nome Souk el Arba du Gharb não dirá grande coisa. No entanto é desta localidade marroquina, situada 200 quilómetros a sul de Tanger, que vem grande parte dos caracóis consumidos nos cafés portugueses. É aí que Francisco Caetano, o maior importador de caracóis português, tem um armazém próprio, que envia 60 toneladas de gastrópodes por semana para a sede da empresa Francisco Conde, situada na zona da Quinta do Conde, na Margem Sul do Tejo.

O sucesso de Francisco Caetano no negócio da importação deu-lhe o epíteto de ‘Rei do Caracol’. A empresa que criou em 1991 está hoje dividida em quatro subsidiárias, todas com o nome Francisco Conde – Marrocos, Transportes, Import/Export e Francisco Conde II, que inclui oito lojas de venda ao público. O grupo dá emprego a 34 trabalhadores e só as empresas de importação e de comercialização têm uma facturação anual de cerca de um milhão de euros cada, tudo graças aos caracóis.

Este ano o negócio está mais fraco, tudo por causa dos (maus) humores do clima. “Em Marrocos choveu pouco no início da Primavera e os caracóis não se desenvolveram suficientemente. Há poucos e são mais pequenos. Por outro lado, as vendas em Portugal baixaram por causa do mau tempo que se verificou em Junho. O calor faz subir o consumo e, como houve muitos dias de chuva, registou-se uma quebra na procura.”

No início de Junho Francisco importava 100 toneladas de caracóis por semana, mas viu-se obrigado a reduzir para 60 toneladas. À medida que os caracóis vão escasseando – até ao final de Agosto a apanha vai-se reduzindo gradualmente – os preços aumentam e os consumidores têm de desembolsar mais pelo petisco.

É esse é o motivo que tem levado ao aumento de preço das travessas de caracóis nos cafés e restaurantes – há estabelecimentos onde uma travessa chega a custar dez euros e o preço poderá até agravar-se até Agosto, o último mês em que são vendidos.

Os animais são comprados em Marrocos a preços que oscilam entre os 80 e os 1,5 euros por quilo. O preço de revenda para os lojistas e restaurantes pode chegar aos 3 euros. Nos restaurantes, uma travessa de 300 gramas não custa menos de quatro euros, o que significa que um quilo fica por volta dos 13 euros. Ou seja, o preço dos caracóis aumenta mais de 16 vezes desde a primeira transacção até chegar ao prato dos consumidores. Um negócio lucrativo, que tem como único inconveniente o facto de só durar nos meses de calor: desde o final de Abril até ao princípio de Setembro.

Francisco Caetano não tem qualquer dificuldade em escoar as suas importações. O armazéns frigoríficos da Francisco Conde, com capacidade para 150 toneladas de caracóis, estão pela metade, mas já têm comprador certo: “Vendo caracóis desde Vila do Bispo a Vila Real. Tenho sempre clientes certos porque vendo um produto de qualidade, no qual as pessoas confiam.”

Os caracóis da Francisco Conde são apanhados em várias partes de Marrocos. No armazém de Souk el Arba du Gharb são feitas regularmente análises sanitárias para garantir a qualidade dos animais. Transportados vivos até Portugal em camiões frigoríficos, os caracóis são fiscalizados pelas autoridades sanitárias em Tanger e em Algeciras (Espanha).

Francisco Caetano garante que cumpre todas as regras de higiene e aponta o dedo à deficiente fiscalização da venda em Portugal: “Investi milhões de euros em instalações e máquinas para garantir a qualidade do meu produto, mas vejo frequentemente vendedores ambulantes a comercializarem caracóis à beira da estrada, sem o mínimo de condições. Não usam câmaras frigoríficas e muitos animais estão mortos, o que é um perigo para a saúde.”

O empresário lançou-se no negócio dos gastrópodes no início dos anos 90 por causa de um problema de saúde. “Tinha uma cervejaria, mas fui obrigado a deixá-la por recomendação de um cardiologista. Sofri uma congestão muito grave e fiquei com o sistema nervoso completamente descontrolado. Não aguentava trabalhos que implicassem stress e fui obrigado a mudar de ramo.” Francisco Caetano começou por vender batatas e produtos hortícolas com a mulher, Maria Pureza, que ainda hoje o acompanha na empresa.

A venda de caracóis começou por ser mais uma experiência de negócio, mas em breve Francisco Caetano percebeu que a escassez do produto em Portugal favorecia o negócio da importação. A empresa prosperou e hoje toda a família está envolvida. Os dois filhos do casal trabalham na Francisco Conde e um deles está em Marrocos a gerir a sucursal da empresa no país africano. Com três camiões de grande porte, várias carrinhas de distribuição e um armazém dotado de câmaras frigoríficas e várias máquinas que facilitam o processo de lavagem, selecção e embalagem dos animais, a empresa é um caso de sucesso.

Um dos clientes de Francisco Caetano é Vasco Rodrigues, proprietário do restaurante O filho do menino Júlio dos Caracóis, nos Olivais, Lisboa. É uma das casas mais afamadas da capital para provar o petisco e os clientes chegam de todas as partes: “Tenho um senhor que chega a vir de França de propósito para vir comer caracóis”, garante Vasco Rodrigues, que se mantém ao leme do restaurante fundado pelo pai há mais de 50 anos.

O proprietário admite que compra os caracóis a um preço mais elevado do que em anos anteriores, mas optou por não aumentar o custo para os seus clientes.

CADA PRATO CUSTA 4,5 EUROS

Vasco diz que o tempo chuvoso que se fez sentir em Junho prejudicou o negócio: “Estamos muito dependentes dos dias de calor. Nota-se logo a diferença, as pessoas comem muito mais caracóis.” Ele e a irmã, que tem um restaurante aberto em Moscavide, são os guardiões de um segredo familiar que não revelam a ninguém: a receita do pai, Júlio, que inventou um molho irresistível para o petisco. Os ingredientes podem ser provados, mas nunca revelados.

Do outro lado da cidade, Beatriz Pinto e a filha, Carina Figueiredo, deliciam-se com uma travessa de caracóis no bar O Pescador, em Benfica. Sem fazer ideia de que os bichos que comem vêm de países como Espanha ou Marrocos, gabam-lhes a qualidade. “Costumo cozinhá-los em casa, mas aqui a receita também é muito boa”, diz Beatriz.

Ao balcão os amigos Vítor Ribeiro e Joaquim Gomes entabulam a conversa com um pires de caracóis. Mais conhecedores da origem dos bichinhos, sabem que a maior parte deles vem de Marrocos, mas Joaquim diz preferir os portugueses: “Os mais saborosos são os de Santarém, que vivem no campo e se alimentam de fenos.”

O dono do bar é José Pedreira, ‘o Pescador’. Compra os caracóis em Benfica, “a um fornecedor de há muitos anos”. Os animais vêm de Espanha mas, contrariamente ao que diz a lei, não trazem rotulagem. “É estranho que assim seja porque todos os outros produtos alimentares têm a indicação da origem, indicando a data da apanha”.

Compra-os a 2,5 euros o quilo e vende pratos a 3,5 euros e travessas a cinco euros, os mesmos preços do ano passado. José Pedreira garante que não vai alterar o menu até ao fim da época, apesar de admitir que os vai comprar cada vez mais caros nas próximas semanas.

Com o calor a chegar finalmente neste início de Julho, os comerciante esperam recuperar nas próximas semanas o fraco rendimento do mês passado.

NOTAS

REI DOS 'CARACÓIS'

Francisco Caetano começou a importar caracóis em 1991 e hoje é o maior empresário do ramo. Tem quatro empresas dedicadas aos animais

ARMAZÉM COM MARROCOS

Um dos filhos do empresário gere a sucursal da empresa em Marrocos, onde são comprados os animais exportados para Portugal

PARA TODO O PAÍS

A empresa vende caracóis de norte a sul de Portugal, mas o grosso dos consumidores está na zonas a sul do Tejo, onde há mais tradição deste petisco

"É PRECISO PROTEGER OS RECURSOS"

A apanha de caracóis nos campos foi há muito ultrapassada pelas importações de países como Espanha, Marrocos ou Tunísia. Hélder Spínola, líder da associação ambientalista Quercus, diz que as espécies que vivem em meio selvagem que são comercializadas em Portugal não garantem a sustentabilidade do mercado. “O Estado deveria proteger os recursos naturais, como é o caso do caracol, com mais cuidado. Não existe fiscalização desta actividade em Portugal e era importante que isso acontecesse. Não há limites em relação às quantidades que podem ser apanhadas.”

Spínola alerta ainda para o risco da contaminação dos animais por pesticidas: “Há muito pouca informação sobre o uso de químicos nos campos.”

VIVEIROS SÃO NEGÓCIO RENTÁVEL

Se tem um terreno com dois mil metros quadrados, três horas livres por dia e 10 600 euros para o investimento inicial, mais 2400 para as despesas com água e rações, a helicicultura pode ser uma boa oportunidade de negócio. Ao fim de um ano pode ganhar 17,5 mil euros. João Lopes, proprietário do Monte Jogral, na zona do Poceirão, garante que a criação de caracoletas em viveiros é um investimento com retorno garantido e dá o seu próprio exemplo.

Começou a sua exploração em 2000, quando importou os primeiros avelins (caracóis acabados de eclodir) de Barcelona. Hoje tem 2,5 hectares de viveiros, entre estufas e campos abertos.

“Fazemos uma cultura orgânica, onde tudo é natural.” As caracoletas das espécies Petit Gris e Grand Gris passam o dia debaixo da sombra protectora das caixas de Madeira. À noite, os campos são regados e a humidade faz os animais saírem do abrigo para se alimentarem de ração – elaborada segundo uma fórmula criada por João Lopes. De Abril a Maio as caracoletas estão na fase de engorda. Quando atingem o estado adulto são recolhidas e ficam seis dias na sala de estio, onde libertam todos os dejectos. Estão então prontas para serem vendidas a um preço que ronda os 5 euros por quilo. João Lopes vende só para o mercado nacional, mas há várias explorações que exportam para países como Espanha e França.

“As caracoletas de viveiro são mais caras do que os caracóis de importação, mas este é um produto de grande qualidade, em que temos a certeza de que não há riscos de contaminação por pesticidas. Comprar caracóis apanhados na natureza é um risco para a saúde pública”, diz João Lopes.

O empresário dá formação a todos os que queiram lançar-se no negócio. O Monte Jogral vende os avelins (caracóis juvenis) para os novos produtores e presta apoio técnico aos novos criadores.

IMPORTAÇÃO SEM LEI ESPECÍFICA

As fiscalizações aplicadas aos caracóis importados são da responsabilidade da Direcção-Geral de Veterinária (DGV), que faz o controlo dos animais oriundos de países terceiros através dos Postos de Inspecção Fronteiriços (portos e aeroportos) quando estes chegam a território nacional. No entanto, não existe legislação comunitária que estabeleça as condições sanitárias aplicáveis à importação dos mesmos, nem uma nacional que estabeleça normas para o licenciamento dos viveiros.

Porém, existe uma lista dos países e estabelecimentos aprovados para exportação de produtos de pesca da União Europeia e a obrigatoriedade de existir um certificado sanitário de acompanhamento emitido pela autoridades veterinárias dos países de exportam.

A DGV recomenda o licenciamento dos armazéns de caracóis, que devem ser armazenados e transportados longe de produtos susceptíveis de os contaminar.

REPRODUÇÃO

ACASALAMENTO

O caracol é hermafrodita - possui órgãos sexuais de ambos os géneros – mas tem de acasalar para haver fecundação. O ritual de acasalamento dura dez horas. O período entre o acasalamento e a desova varia segundo a temperatura, mas ronda os 15 dias.

INCUBAÇÃO

Para pôr os ovos, o caracol escava um buraco na terra com três a quatro centímetros de profundidade e introduz a parte anterior do seu corpo. Cada postura dura várias horas e o caracol põe entre 60 e 150 ovos com quatro milímetros de diâmetro. Depois cobre o buraco e dá-se inicio à incubação (14 a 30 dias). Põe mais ovos do que o volume do seu corpo e pode morrer de exaustão. O caracol com uma casca de três milímetros pesa em média 27 miligramas.

EM CATIVEIRO

Na natureza, o caracol reproduz-se na Primavera e no Outono. Em cativeiro - onde são simuladas as condições climatéricas ideais - o animal pode reproduzir mais vezes.

RECEITA DO BAR O CARACOL

João Pedro, de 26 anos, é o cozinheiro do bar O Caracol, no Montijo, um dos mais procurados pelos apreciadores deste petisco na Margem Sul. A receita que usa é muito simples: “O principal ingrediente é mesmo o caracol, que tem de ser de boa qualidade”. Eis a receita

INGREDIENTES

- 2 kg de caracóis

- 80 g de alho

- 60 g de cebola

- 2 cubos de caldo de galinha

- 2 a quatro malaguetas (a gosto)

- Orégãos em rama

PREPARAÇÃO

Os caracóis devem ser bem lavados em água corrente antes de começarem a ser cozinhados. Convém certificar-se de que todos os animais estão vivos antes de os meter no tacho. Os caracóis devem ser colocados num tacho largo e cobertos de água até uma altura de dois dedos acima do nível dos caracóis. Ficam em repouso durante dez minutos até saírem todos da casca. Inicia-se a cozedura em lume brando, sem os temperos, que só devem ser adicionados depois de os caracóis terem morrido. Adicionados os ingredientes, deixa-se cozinhar até levantar fervura. O molho só deve ferver durante três a quatro minutos. Os orégãos em rama são mergulhados durante a fervura e retirados mal se apaga o lume. Deve deixar os caracóis a repousar durante dez minutos antes de servir.

OS NÚMEROS DOS CARACÓIS

- 0,80 cêntimos é o preço a que os caracóis são comprados em Marrocos, valor que varia conforme a escassez da oferta e a qualidade do produto apresentado.

- 2 milhões de euros é o valor facturado pela empresa Francisco Conde anualmente nos negócios de importação e comercialização de caracóis.

- 1,10 a três euros é o preço de venda dos animais vivos a lojas e restaurantes pelos importadores. O tipo de caracol e a sua origem é determinante para estabelecer o preço.

- 60 toneladas é o volume semanal de importação da empresa Francisco Conde, o maior importador nacional. Três camiões fazem a viagem entre Portugal e Marrocos.

- 4 euros é o preço mínimo cobrado nos restaurantes e cafés por um prato de caracóis com cerca de 300 gramas. Uma travessa maior pode chegar aos dez euros.

- 100 toneladas por semana foi o volume máximo das importações de caracóis da empresa, registado no início de Junho. A redução da procura fez diminuir as entregas.

FESTIVAIS COM RECEITAS ORIGINAIS

Há diversas formas de confeccionar o caracol e aos interessados em conhecê-las aconselha-se uma visita à Festa de Porches, em Lagoa, ou ao Festival de Loures. A primeira realiza-se já entre os dias 14 e 18 de Julho, no Polidesportivo de Porches, e terá ao dispor dos apreciadores e curiosos as diversas formas de confecção gastronómica destes gastrópodes. O segundo, que decorre entre os dias 20 e 29 deste mês, junto ao Pavilhão Paz e Amizade de Loures, conta com a participação de várias tasquinhas que trabalham o caracol das mais diversas formas. Pataniscas de caracol, caracóis à Rossini, rancho ou chili de caracoleta são algumas das delícias oferecidas, a par das já conhecidas feijoadas de caracol ou de caracoleta, arroz de caracol, caracoleta à Bulhão-Pato ou do simples caracol cozido. Ambos os eventos prometem muita música.
 

José Carlos Marques


 

publicado por meninolopes às 23:31
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

Começo da nova época à vista!!!!!

13:45 - Futebol - Sporting Apresentação aos sócios é com o Marselha O Sporting defronta o Marselha, vice-campeão francês, a 21 de Julho, no jogo de apresentação aos sócios da equipa para a época 2007/08, cerca de duas semanas depois de regressar ao trabalho. No plano hoje apresentado no sítio oficial dos leões, o clube anuncia um primeiro jogo a 18 de Julho, frente aos escoceses do Aberdeen, a disputar no Estádio do Imortal, em Albufeira, seguindo-se, três dias mais tarde, a apresentação oficial em Alvalade. A 28 de Julho, a equipa orientada por Paulo Bento tem ainda agendado um encontro com o hexacampeão francês Lyon, antiga equipa do português Tiago, que esta época assinou pela Juventus. No início da Agosto, a 4 e 5, o Sporting disputa o Torneio do Guadiana, juntamente com Benfica e uma terceira equipa, a definir. Na última edição, os leões arrecadaram o troféu, ao ganhar por 3-0 ao rival da Luz, e por 1-0 ao Corunha. O jogo da Supertaça, que opõe o Sporting, detentor da Taça de Portugal, ao FC Porto, campeão nacional, será o primeiro oficial dos leões, a 11 de Agosto, em local e hora ainda a definir.

publicado por meninolopes às 01:12
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 24 de Junho de 2007

Maria Madalena

  MARIA MADALENA

 

 

Quem por amor se perdeu

Não chore, nao tenha pena,

Que uma das santas do céu

Foi Maria Madalena.

 

Desse amor que nos encanta

Até Cristo padeceu

Para poder tornar santa

Quem por amor se perdeu.

 

Jesus só nos quis mostrar

Que o amor nao se condena,

Por isso quem sabe amar

Não chore, nao tenha pena.

 

A Virgem Nossa Senhora

Quando o amor conheceu,

Fez da maior pecadora

Uma das santas do céu.

 

E de tanta que pecou,

Da maior à mais pequena,

Aquela que mais amou

Foi Maria Madalena.


 

 

Autores: Grabriel de Oliveira/Fado Das Horas
 

 

tags:
publicado por meninolopes às 19:09
link do post | comentar | favorito
|

Júlia florista

  JÚLIA FLORISTA

 

 

A Julia florista,

Bohemia e fadista,

Diz a tradição,

Foi nesta Lisboa

Figura de proa

Da nossa canção.

Figura bizarra

Que ao som da guitarra

O fado viveu;

Vendia flores

Mas os seus amores

Jamais os vendeu.

 

Ó Julia florista

Tua linda história

O tempo marcou

Na nossa memória.

Ó Julia Florista

Tua voz ecoa

Nas noites bairristas,

Bohemias, fadistas

Da nossa Lisboa.

 

Chinela no pé

Um ar de ralé

No jeito de andar.

Se a Julia pasava

Lisboa parava

Para a ouvir cantar.

No ar um pregao,

Na boca a cançao

Falando de amores,

Encostado ao peito

A graça e o jeito

Do cesto das flores.


 

 

Autores: Leonel Vilar/Joaquim Tavares Pimentel

sinto-me:
tags:
publicado por meninolopes às 18:50
link do post | comentar | favorito
|

Foi na travessa da Palha

FOI NA TRAVESSA DA PALHA

 

 

Foi na Travessa da Palha

Que o meu amante, um canalha,

Fez sangrar meu coraçao:

Trazendo ao lado outra amante

Vinha a gingar petulante

Em ar de provocaçao.

 

Na taberna de friagem

Entre muita fadistagem

Enfrentei os seus rancores,

Porque a mulher que trazia

Com certeza nao valia

Nem sombra do meu amor.

 

A ver quem tinha mais brio

Cantamos ao desafio

Eu e essa qualquer.

Deixei-a perder de vista

Mostrando ser mais fadista

Provando ser mais mulher.

 

Foi uma cena vivida

De muitas da minha vida

Que nao se esquecem depois,

Só sei que de madrugada

Após a cena acabada

Voltamos para casa os dois.


 

 

Autores: Gabriel de Oliveira/ Frederico de Brito

tags:
publicado por meninolopes às 18:39
link do post | comentar | favorito
|

Avé Maria Fadista

Avé Maria sagrada
Cheia de graça divina
Oração tão pequenina
De uma beleza elevada.

 

Nosso Senhor é convosco,
Bendita sois vós, Maria.
Nasceu vosso Filho, um dia,
Num palheiro humilde e tosco.

 

Entre as mulheres bendita,
Bendito é o fruto, a luz,
Do vosso ventre, Jesus,
Louvor e graça infinita.

 

Santa Maria das dores,
Mãe de Deus, se for pecado,
Tocar e cantar o fado,
Rogai por nós pecadores.

 

Nenhum fadista tem sorte,
Rogai por nós Virgem Mãe.
Agora, sempre e também
Na hora da nossa morte.

 

Letra: Gabriel de Oliveira -Música: Francisco Viana

tags:
publicado por meninolopes às 18:22
link do post | comentar | favorito
|

A morte da Mouraria

    A MORTE DA MOURARIA 

          
Contaram-me ainda há pouco,

Que á noite pela Mouraria,

Andava um fadista louco,

Sem saber o que dizia.

 

Falava da Amendoeira,

Da Guia, do Capelão,

Da Rosária camiseira,

E da tasca do Gingão.

 

Metido numa samarra,

Melenas em desalinho,

Dedilhava uma guitarra,

Cantando o fado baixinho.

 

Então chamou pela  Severa,

E quando a manhã surgiu,

Quando alguem quiz ver quem era,

Nunca mais ninguém o viu.

 

Então fiquei meditando,

Que o louco que ninguém via,

Era a saudade a chorar,

A morte da Mouraria.

 


         
Autores: D.R./Fado Vianinha

tags:
publicado por meninolopes às 18:15
link do post | comentar | favorito
|

A moda das tranças pretas

 A MODA DAS TRANÇAS PRETAS      

           
                            Como era linda com seu ar namoradeiro,

            ‘té lhe chamavam “menina das tranças pretas”,

            pelo Chiado passeava o dia inteiro,

            apregoando raminhos de violetas.

 

            E as raparigas de alta roda que passavam

            Ficavam tristes a pensar no seu cabelo,

            Quando ela olhava com vergonha disfarçavam

            E pouco a pouco todas deixaram crescê-lo.

 

            Passaram dias e as meninas do Chiado

            Usavam tranças enfeitadas com violetas,

            Todas gostavam do seu novo penteado,

            E assim nasceu a moda das tranças pretas.

 

            Da violeteira já ninguém hoje tem esperanças,

            Deixou saudades, foi-se embora e à tardinha

            Está o Chiado carregado de mil tranças,

                       Mas tranças pretas ninguém tem como ela as tinha.

 


         
Autores: Vicente da Câmara/ Fado Ginguinhas

tags:
publicado por meninolopes às 18:10
link do post | comentar | favorito
|

A casa da Mariquinhas

A Casa da Mariquinhas

É numa rua bizarra
A casa da Mariquinhas
Tem na sala uma guitarra
E janelas com tabuinhas

Vive com muitas amigas
Aquela de quem vos falo
E não há maior regalo
Que a vida de raparigas
É doida pelas cantigas
Como no campo a cigarra
Se canta o fado à guitarra
De comovida até chora
A casa alegre onde mora
É numa rua bizarra

Para se tornar notada
Usa coisas esquesitas
Muitas rendas, muitas fitas
Lenços de cor variada.
Pretendida, desejada
Altiva como as rainhas
Ri das muitas, coitadinhas
Que a censuram rudemente
Por verem cheia de gente
A casa da Mariquinhas

É de aparência singela
Mas muito mal mobilada
E no fundo não vale nada
O tudo da casa dela
No vão de cada janela
Sobre coluna, uma jarra
Colchas de chita com barra
Quadros de gosto magano
Em vez de ter um piano
Tem na sala uma guitarra

P'ra guardar o parco espólio
Um cofre forte comprou
E como o gaz acabou
Ilumina-se a petróleo.
Limpa as mobílias com óleo
De amêndoa doce e mesquinhas
Passam defronte as vizinhas
P'ra ver o que lá se passa
Mas ela tem por pirraça
Janelas com tabuinhas

Letra: Silva Tavares
Música: Alfredo Duarte (Marceneiro)

tags:
publicado por meninolopes às 18:08
link do post | comentar | favorito
|

Eu queria cantar-te um fado

  EU QUERIA CANTAR-TE UM FADO

 

 

           
                                                                    Eu queria cantar-te um fado

            Que toda a gente ao ouvi-lo

            Visse que o fado era teu.

Fado estranho e magoado,

            Mas que pudesses senti-lo

            Tão na alma como eu.

 

            E seria tão diferente

            Que ao ouvi-lo toda a gente

            Dissesse quem o cantava.

Quem o escreveu não importa

            Que eu andei de porta em porta

            Para ver se te encontrava.

 

            Eu hei-de pôr nalguns versos

            O fado que é dos teus olhos

            O fado da tua voz.

Nossos fados são diversos

            Tu tens um fado eu tenho outro

            Triste fado temos nós.


         
Autores: A. De Sousa Freitas/ F.Godinho (Fado Franklin de Sextilhas)

tags:
publicado por meninolopes às 18:05
link do post | comentar | favorito
|

Fado Malhoa

      FADO MALHOA     

           
                                                               Alguém que Deus já lá tem

Pintor consagrado,

Que foi bem grande e nos fez

Já ser do passado,

Pintou numa tela,

Com arte e com vida,

A trova mais bela

Da terra mais querida.

 

Subiu a um quarto que viu

A luz do petróleo

E fez o mais português

Dos quadros a óleo:

Um Zé de samarra

Com a amante a seu lado,

Com os dedos agarra,

Percorre a guitarra

E ali vê-se o fado.

 

Faz rir a ideia de ouvir

Com os olhos, senhores,

Fará, mas não para quem

Já ouviu mas em cores.

Há vozes de Alfama

Naquela pintura

E a banza derrama

Canções de amargura.

 

Dali vos digo que ouvi

A voz que se esmera,

Dançando o faia banal,

Cantando a Severa.

Aquilo é bairrista,

Aquilo é Lisboa,

Aquilo é fadista,

Aquilo é de artista

E aquilo é Malhoa.

 


         
Autores: José Galhardo/ Frederico Valerio

tags:
publicado por meninolopes às 18:02
link do post | comentar | favorito
|

O Embuçado

O FADO DO EMBUÇADO

 

Noutro tempo a Fidalguia

Que deu brado nas toiradas

Andava p’la Mouraria

Enquanto Palácio havia

 

De cantos e guitarradas.

 

A história que eu vou contar

Contou-me certa velhinha

Certa vez que eu fui cantar

Ao salao de um Titular

Lá para o Paço da Rainha.

 

E nesse salao doirado

De ambiente nobre e sério,

Para ouvir cantar o fado

Ia sempre o embuçado,

Personagem de misterio.

 

Mas certa noite ouve alguém

Que lhe disse, erguendo a fala:

-Embuçado, nota bem:

que hoje nao fique ninguém

embuçado nesta sala!

 

Perante a admiraçao geral

Descobriu-se o embuçado,

Era El-Rei de Portugal

Houve beija-mao real

E depois cantou-se o fado


Autores: Gabriel d’Oliveira/ Alcidia Rodrigues

 

tags:
publicado por meninolopes às 18:00
link do post | comentar | favorito
|

São só milhões!!!!

Mais de 6 milhões para dois reforços
LEÕES TÊM MARGEM COM VISTA À COMPRA DE LATERAL E AVANÇADO

 

          

 
  
  
  
  
  

 


  
  
 

O Sporting dispõe de quase 6,5 milhões de euros para contratar os dois reforços que faltam: um lateral-esquerdo e um ponta-de-lança.

Até ao momento, o clube de Alvalade gastou dois milhões, 250 mil euros em quatro aquisições o que, aliado à rescisão de contrato com Luís Loureiro (fora dos planos de Paulo Bento), perfaz um total de 2 milhões e 550 mil euros despendidos.

A política adoptada, privilegiando a aquisição por empréstimo, garante alguma margem de manobra à SAD liderada por Filipe Soares Franco, que disponibilizou uma verba a rondar os nove milhões de euros para o reforço da equipa, numa época em que os leões apostam forte nas quatro frentes em que estarão envolvidos.

Um lateral-esquerdo e um ponta-de-lança, alto e possante são, agora, as grandes prioridades da SAD leonina.

Mais informação na edição impressa de Record

Autor: ANTÓNIO JOSÉ OLIVEIRA e JOÃO LOPES
Data: Domingo, 24 Junho de 2007 - 08:40
 

publicado por meninolopes às 17:47
link do post | comentar | favorito
|

O papa-taças!!!!

O papa-taças
PAULO BENTO TAMBÉM GANHOU NO FUTEBOL AMADOR DO CIF

 

Queda para ganhar taças. É o que está a acontecer com Paulo Bento. Após ter conseguido na qualidade de treinador a Taça de Portugal, conquistou ontem, na qualidade de jogador, a Taça do CIF. O Cosmos, equipa que representa a nível amador, bateu o Madeira por 2-1 numa partida em que o técnico começou como central e terminou a comandar o meio-campo.

Embora o ambiente seja diferente daquele que sente no banco dos leões, como o próprio Paulo Bento reconheceu – “serve para descontrair, fazendo algo que todos gostamos entre amigos” – a vontade de ganhar existe e o técnico leonino demonstrou-o dentro do campo em várias ocasiões.

Quanto à apetência para vencer provas com estes contornos, Bento gracejou e referiu: “São coisas diferentes, embora todos gostem de ganhar.”

E que diferenças entre comandar e ser comandado? Paulo Bento considerou o facto normal. “Há que respeitar as hierarquias. Tenho com o técnico uma grande amizade e é por causa dele que estou nesta equipa”, declarou.

A vitória na Taça de Portugal e o triunfo de ontem não deixam de revelar, por fim, algumas coincidências. Os moldes de ambas as provas são semelhantes e o emblema do finalista vencido era uma cruz de Cristo igual à dos azuis do Restelo.

Autor: JOÃO PEDRO ABECASIS
Data: Domingo, 24 Junho de 2007 - 09:05

publicado por meninolopes às 17:43
link do post | comentar | favorito
|

Arrumando a casa para 2007/2008

 

Meio-campo para todas as frentes

JEAN-PAUL LARES


As saídas de Nani – Manchester United – e Carlos Martins – Recreativo -, aliadas à tentativa de colocação de João Alves, obrigavam os leões a recorrer ao mercado para colmatar as lacunas criadas no meio-campo, mas, numa altura em que o período de transferências ainda não se iniciou, o Sporting tem praticamente assegurado o figurino definitivo do sector intermédio. Concretizadas que estejam as contratações de Marat Izmailov e Simon Vukcevic. o emblema de Alvalade assegura a reconfiguração de uma componente fundamental da sua equipa. Assim, com Miguel Veloso, Paredes, João Moutinho, Farnerud, Pereirinha, Izmailov, Vukcevic e Romagnoli, Paulo Bento contará com oito elementos para as quatro posições do losango, aos quais poderá ainda juntar alguns jovens oriundos da formação – Yannick Pupo e Adrien Silva.

A versatilidade é o principal trunfo deste lote, qualidade que tem, como paradigma, o jovem João Moutinho: absolutamente imprescindível nas contas do treinador, marcando presença em quase todos os encontros – ficou de fora numa única ocasião, por estar a cumprir castigo –, o camisola 28 pode actuar em qualquer dos vértices do losango, sendo utilizado com maior frequência no posto de interior-direito. Certo é que, independentemente da hierarquia que se venha a estabelecer com a chegada dos reforços, o estatuto de Moutinho não deverá sofrer qualquer alteração, permanecendo o jovem como referência fundamental do sector.

publicado por meninolopes às 17:31
link do post | comentar | favorito
|

A limpeza continua!!!

 10:34 - Futebol - Sporting 
É provável que o Sporting tenha apresentado condições a Douala para este rescindir
Paulo Bento não conta com Douala para a próxima temporada e o futuro do internacional camaronês continua por decidir, uma vez que as propostas que chegaram para a sua cedência não agradaram ao Sporting. Assim sendo, tudo indica que os responsáveis do clube de Alvalade terão já apresentado ao empresário de Douala uma proposta para que seja este a rescindir o contrato, no sentido de poder dar outro rumo à sua vida profissional livre de compromissos com os leões.
publicado por meninolopes às 17:08
link do post | comentar | favorito
|

Mais um Craque....ou Barrete?

 09:34 - Futebol - Sporting 
Izmailov chega hoje ao final da manhã
O médio Izmailov, cedido pelo Lokomotiv de Moscovo ao Sporting, chega hoje, às 12h30, a Portugal para cumprir os exames médicos e colocar a assinatura no contrato de uma época.

 

Confirmando-se a sua boa condição física, o internacional russo passará ao papel o acordo de empréstimo, por um ano com direito de opção.

publicado por meninolopes às 17:04
link do post | comentar | favorito
|

Juvenis 2006/2007-Tetracampeões!!!!

 14:15 - Futebol - Sporting 
Sporting conquista quarto título consecutivo de Juvenis
O Sporting sagrou-se tetracampeão nacional de futebol na categoria de juvenis ao vencer o Vitória de Guimarães por 3-0, na sexta e última jornada da fase final da competição. Os "leões" terminaram a fase final com 14 pontos, mais três que o Benfica, segundo classificado, que venceu o Boavista por 1-0. O Vitória de Guimarães terminou no terceiro lugar.
publicado por meninolopes às 16:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Sai Nani....entram 25,5 milhões de Euros!!!!

Clube já confirmou o negócio Sporting vende Nani ao Manchester United por 25,5 milhões de euros 30.05.2007 - 22h33 PUBLICO.PT O Sporting confirmou esta noite a venda do médio Nani ao Manchester United. De acordo com um comunicado publicado no site do clube, o negócio vai render aos leões 25 milhões e 500 mil euros. "A Sporting, SAD chegou a acordo com o Manchester United para a cedência a título definitivo dos direitos desportivos de Nani", lê-se no site do Sporting. O clube adianta que "o acordo de transferência será celebrado logo que estejam concluídas as formalidades inerentes". O Manchester United anunciou ao início da noite no seu site que chegara a acordo de princípio com Sporting e FC Porto para a contratação dos médios Nani e Anderson.
publicado por meninolopes às 23:21
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Sporting2006/2007-O carimbo para a Taça dos Campeões!!!

SPORTING-BELENENSES, 4-0 (Liedson 9', Alecsandro 20', Yannick 89', Pereirinha 90')
MINUTO A MINUTO, JOGADA A JOGADA

 

21:11 - TERMINA O JOGO. Uma vez mais o ecrã volta a ser utilizado para a festa. O logótipo está no ecrã e ouve-se a música da Liga dos Campeões.

90' - GOLO DO SPORTING
Pereirinha, oportuno, aparece na cara do golo e fecha a contagem. A jogada é iniciada na esquerda, por Yannick Djaló que pretendia cruzar para Liedson. Este chega atrasado, surgindo Pereirinha que encostou para o fundo das malhas.

90' - Vão jogar-se mais três minutos.

89' - GOLO DO SPORTING
Yannick Djaló marca, de cabeça, na sequência da marcação de um canto longo (ao segundo poste).

Os adeptos estão a aplaudir o Sporting.

86' - Manu vê a CARTOLINA AMARELA.

81' - BRUNO PEREIRINHA entra. Sai Nani.

80' - Nani passa por tudo e todos, mas faz o mais difícil: atira rasteiro ao lado do poste esquerdo.

79' - AMARELO para Nani, por mão na bola.

Em Alvalade grita-se por Paulo Bento

75' - Zé Pedro, de longe, tenta surpreender Ricardo. A bola acaba por sair pela linha de fundo.

73' - YANNICK E TONEL entram para os lugares de Alecsandro e de Romagnoli. O estádio está todo de pé a aplaudir os jiogadores.

71' - Defesa atenta de Marco Aurélio, desfeiteando Nani, que havia recebido de Romagnoli.

67' - Abel corre pelo corredor direito, mas Gaspar corta o lance.

65' - Nani tenta surpreender o guardião dos azuis, mas o remate sai ao lado.

63' - Jorge Jesus faz as três alterações de uma assentada: Sai Dady para entrar ROMA; Silas cede o seu lugar a CARLITOS e Cândido Costa é rendido por MANO.

60' - Zé Pedro solicita Garcés, mas Polga antecipa-se ao panamiano e tira a bola da zona perigosa.

Novo silêncio em Alvalade, por escassos segundos, devido ao terceiro do FC Porto.

49' - Nani, irrequieto, evolui desde o meio-campo, mas encontra, novamente, Cândido Costa que termina com a jogada, sem dificuldades.

O silêncio invadiu as bancadas de Alvalade devido ao golo do FC Porto (2-1). Segundos depois os adeptos voltaram a concentrar-se no jogo e tentam animar os jogadores.

46' - Cândido Costa desvia de cabeça, e no segundo poste, uma bola desferida por Nani.

Liedson regressou do intervalo com a mão esquerda ligada.

20:22 - RECOMEÇA O JOGO. Sai o Sporting. Uma vez mais o encontro começa bem mais tarde que os de Benfica e FC Porto (ambos já levam cinco minutos de jogo).

-----------------------------------------

20:07 - No ecrã passam os melhores momentos da época, em agradecimento aos adeptos.

20:04 - INTERVALO. O juíz da partida, Jorge Sousa, não concedeu qualquer tempo de descontos. O Sporting sai para os balneários com o estatuto de campeão.

45' - AMARELO para Miguel Veloso.

45' - Terceiro golo anulado para os pupilos de Paulo Bento. Alecsandro está, de novo, fora de jogo quando recebe o passe de João Moutinho (bola embateu em Marco Aurélio).

44' - Calafrio na defesa verde-e-branca. Zé pedro pecou por ter tido demasiada cerimónia em rematar.

43' - CARTÃO AMARELO para Cândido Costa. O jogador dos azuis afastou Romagnoli com uma cotovelada.

41' - Novo golo anulado, e bem, aos leões. Alecsandro recebe a bola de Nani e remata, no entanto, ambos estavam num fora de jogo claríssimo.

Os cantos sucedem-se a favor dos da casa. Já somam 10 contra três para os forasteiros.

37' - Golo anulado a Liedson que estava fora-de-jogo aquando do passe de Romagnoli.

Os adeptos da equipa da casa saltam de alegria com o golo do Aves. O Sporting está, de novo, na liderança do campeonato. O golo do Aves passou no ecrã.

29' - Romagnoli cobra canto e Polga, nas alturas, tenta a sua sorte, numa disputa de bola com Rolando. O esférico perde-se próximo de Liedson, mas sem que o avançado consiga chegar à bola.

28' - Abel subiu no terreno e rematou... ao lado.

26' - Os pupilos de Jorge Jesus ocuparam o meio-campo leonino nos últimos minutos.

22' - Silas remata, de longe, mas a bola embate num companheiro e depois num defesa do Sporting, acabando desviada para canto.

20' - GOLO DO SPORTING
Alecsandro, descaído na direita, enche o pé e faz o segundo. Marco Aurélio parece mal batido.

17' - Boa jogada de entendimento entre Silas e Zé Pedro, na direita. Este último remata de longe, mas para as mãos de Ricardo.

9' - GOLO DO SPORTING
Liedson recebe a bola de Alecsandro (que cabeceou desmarcando o 31) e com apenas Marco Aurélio pela frente e já fora dos postes, atira certeiro.

Os leões tentam chegar à vantagem o mais cedo possível. Já tentaram a sua sorte Alecsandro, Liedson, Miguel Veloso, João Moutinho, entre outros.

7' - Tal como Jorge Jesus havia prometido o Sporting não marcou nos minutos iniciais da partida. Os leões tentam chegar à baliza dos azuis, mas o último reduto do Belenenses está a fechar bem.

5' - Grande defesa de Marco Aurélio, na sequência de um remate, de fora da área, por parte de Tello.

4' - Cândido Costa, hoje adaptado a lateral-direito, antecipa-se a Liedson.

A partida teve início 1.40 minuto depois do Benfica e 1.30 depois do FC Porto

19:18 - Começa a partida no Estádio José Alvalade. Sai o Belenenses.

19:15 - As três equipas entram em campo com t-shirts a dizerem: "Portugal sem fogos depende de todos nós." Nas costas têm inscrito: "10 milhões".

19:07 - Segue-se o Belenenses.

19:06 - Sporting volta ao balneário.

19:00 - Ricardo é o primeiro a regressar ao balneário.

18:47 - O Belenenses entra no rectângulo de jogo.

18:41 - Menos de um minuto depois dos anfitriões entram os guarda-redes do Belenenses.

18:40 - A formação leonina pisa, neste momento, o relvado para aquecer. Surpresa no 11 de Paulo Bento: Alecsandro vai ser titular, enquanto Yannick será relegado para o banco.

18:39 - A equipa de arbitragem entrou para fazer o aquecimento.

18:32 - O Directivo Ultra XXI celebra hoje 5 anos, sob o lema "A cantar desde 2002". Está a ser passado um filme com imagens da claque.

18:31 - Entraram os guarda-redes leoninos. Ricardo saúda o público com aplausos.

18:31 - Soares Franco entregou uma camisola a uma família dos Açores que tem lugar no Estádio. O 'jersey' simboliza o agradecimento do clube às famílias que apoiam o Sporting com regularidade.

18:18 - Os jogadores estão no relvado, bem como o presidente Filipe Soares Franco.

As coreografias vão estar presentes nos estádios da Liga. Em Alvalade existem cartolinas brancas com letras vermelhas, as quais servem para levantar momentos antes da partida. De registar que as cartolinas têm inscrito o patrocínio da Sagres e talvez seja essa a resposta para as estranhas cores que foram escolhidas. Também existem cartolinas verdes, com o logótipo do Sporting. O efeito será pintar, como é lógico, o Estádio de verde-e-branco.

17:52 - Agora foi o Belenenses que chegou a Alvalade.

17:41 - O autocarro do Sporting chegou ao Estádio José Alvalade. Os adeptos que estavam à espera da equipa aplaudiram à passagem da viatura.

17:15 - As portas abrem para receber os adeptos de ambos os clubes.

16:35 - Os adeptos já começam a chegar aos arredores do Estádio e estão em maior número na escadaria do recinto junto do Alvaláxia. Ainda existem pessoas a comprar bilhetes, sendo que, para hoje, havia apenas 3 mil e 500 ingressos disponíveis.

--------------------------------------

LIGA - 30.ª JORNADA

SPORTING-BELENENSES

Estádio José Alvalade, em Lisboa
Hora: 19:15
Árbitro: Jorge Sousa (Porto)

SPORTING
Ricardo; Abel, Caneira, Polga e Tello; Miguel Veloso, João Moutinho, Romagnoli, Nani; Liedson e Alecsandro.

Suplentes: Tiago, Tonel, Custódio, João Alves, Farnerud, Pereirinha e Yannick.

Treinador: Paulo Bento.

BELENENSES
Marco Aurélio; Cândido Costa, Rolando, Gaspar e Rodrigo Alvim; Pinheiro; Fernando, Zé Pedro e Silas; Garcês e Dady.

Suplentes: Costinha, Ruben Amorim, Mano, Roma, Djurdjevic, Carlitos e Gonçalo Brandão

Treinador: Jorge Jesus.

Data: Domingo, 20 Maio de 2007 - 21:12
 

publicado por meninolopes às 21:58
link do post | comentar | favorito
|

SPORTING!!!-7 Milhões já cá cantam!!!!

Sete milhões em caixa
LIGA DOS CAMPEÕES GARANTE BOA RECEITA DE PLANEAMENTO

 

   O 4-0 sobre o Belenenses confirmou o inédito apuramento para a Liga dos Campeões pelo segundo ano consecutivo.

Os leões nunca haviam atingido duas qualificações consecutivas para a prova milionária da UEFA, e o encaixe a rondar os 7 milhões de euros permitirá à SAD preparar com outros argumentos a próxima temporada.

Na análise ao campeonato sportinguista, conclui-se que a equipa sai penalizada pelo desempenho na primeira volta (33 pontos), que assinalou as únicas 2 derrotas da Liga (Paços de Ferreira e Benfica).

Na segunda metade, os leões conquistaram tantos pontos como o Benfica (35) e mais 6 do que o campeão FC Porto (29).

Data: Segunda-feira, 21 Maio de 2007 - 08:55

publicado por meninolopes às 21:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sporting!!!-Agora vai ser a Taça!!!!

Centenas de adeptos para comprar bilhetes da Taça
FINAL NO DOMINGO COM O BELENENSES

 

   As bilheteiras ainda não abriram mas no Estádio José de Alvalade já estão centenas de adeptos para comprar os ingressos para a final da Taça de Portugal, domingo, no Jamor com o Belenenenses.

À equipa leonina, muito aplaudida ontem no jogo com o Belenenses apesar de não ser campeã, não faltará apoio no Estádio Nacional.

 

Boa Sorte!!!

 

A.V.Lopes

publicado por meninolopes às 21:48
link do post | comentar | favorito
|

A verdade sobre os caracóis

Para temperar os caracois são precisos 6 temperos :

 

sal, alho, oregãos, caldo knorr de carne, picante e louro.

 

Dependendo tudo claro, da quantidade dos caracois.

 

10/04/2007

 

 A.V.Lopes

tags:
publicado por meninolopes às 19:29
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Maio de 2007

Muitas contas a fazer!!!

Os números da motivação

TÉCNICO REUNIU JOGADORES E APONTOU-LHES OBJECTIVOS AINDA ATINGÍVEIS

 

Antes de iniciarem o trabalho físico, os jogadores do Sporting juntaram-se em redor de Paulo Bento, no relvado da Academia de Alcochete, para ouvirem o treinador leonino repetir-lhes o que está em causa na derradeira jornada da Liga. Uma forma de manter os atletas motivados para um encontro, no qual os leões não encontrarão facilidades, diante de um adversário incómodo, que tem realizado uma excelente campanha.

Paulo Bento falou das metas que ainda estão ao alcance da equipa, com destaque para a possibilidade de atingir os 68 pontos, chegar às 20 vitórias numa só época, ser a melhor defesa de sempre da história do clube, ajudar Liedson a conquistar o título de melhor marcador da competição e conseguir a qualificação directa para a Liga dos Campeões. “Acredito que o Sporting vai ganhar o seu jogo e entrar na Champions pelo segundo ano consecutivo, algo inédito na história do clube”, confessou o treinador da equipa de Alvalade, na conferência de imprensa que se seguiu ao treino matinal.

publicado por meninolopes às 14:05
link do post | comentar | favorito
|

A fezada do Paulo Bento!!!!

"Na última jornada, e mesmo não dependendo só de nós, acredito que vamos ser campeões"! Foi desta forma optimista que Paulo Bento fez o lançamento do jogo com o Belenenses, na ronda de todas as decisões.

O treinador dos leões vincou o facto de após tanto se dizer e escrever sobre as prestações da equipa em casa, feitas as contas a formação verde e branca "entra para o jogo com menos pontos fora do que em casa." O timoneiro lembrou que o Sporting apenas obteve, "em Alvalade, dois resultados anormais", situações que descreveu: "Com o Aves, pelo que produzimos e com o Paços, da forma como perdemos".

Bento sabe que o triunfo é o único resultado possível para acalentar o sonho do título e, por isso, voltou a frisar: "Não faz sentido nenhum, mesmo não dependendo só de nós, não acreditar. Acredito que vamos ganhar o nosso jogo e depois vamos esperar pelo resultado negativo dos nossos adversários."

A concluir, revelou o segredo para não haver nervos acrescidos: "Focalizarmos só o nosso jogo, e abstrairmo-nos, dentro do possível, do que se passa nos outros campos. Temos de pensar, apenas e só, no que temos de fazer vencermos o Belenenses."

Data: Sabado, 19 Maio de 2007 - 12:55

publicado por meninolopes às 13:52
link do post | comentar | favorito
|

Igreja de Santo Estevão

  IGREJA DE SANTO ESTÊVÃO        

          
Na Igreja de Santo Estêvão,

Junto ao cruzeiro do adro

Houve em tempos guitarradas.

Não há pincéis que descrevam

Daquele soberbo quadro

Dessas noites bem passadas.

 

Mal que batiam Trindades

Reunia a fadistagem

No adro da Santa Igreja.

Fadistas, quantas saudades

Da velha camaradagem

Que já não há quem a veja.

 

Santo Estêvão, padroeiro

Desse recanto de Alfama

Faz um milagre sagrado:

Que voltem ao teu cruzeiro

Esses fadistas de fama

Que sabem cantar o fado.

 


         
Autores: Gabriel de Oliveira/Joaquim Campos (Fado Vitória

tags:
publicado por meninolopes às 13:40
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

Isto será verdade?!!

ÚLTIMAS Sporting Recurso do Sporting sobre jogo com a U. Leiria discutido sexta-feira O Conselho de Justiça deverá analisar sexta-feira o recurso apresentado pelos leões, na sequência da decisão da Comissão Disciplinar (CD) da Liga, que não deu razão ao Sporting no pedido de erro técnico do árbitro Paulo Costa no jogo com a U. Leiria, na 20.ª jornada do campeonato. O Conselho de Justiça da FPF tem a sua reunião mensal agendada para sexta-feira, com início às 9h30, e na lista de assuntos que os juristas vão abordar há um que pode baralhar as contas do campeonato. É que o referido órgão vai analisar o recurso apresentado pelo Sporting após a decisão da Comissão Disciplinar na Liga e, caso dê razão aos argumentos apresentados pelos leões, então o mais provável é que o jogo U. Leiria-Sporting, da 20.ª jornada, que terminou empatado a zero, seja repetido. Os leões sustentam as suas razões não só nas imagens televisivas que mostram o lance do qual resultou a expulsão de Liedson, após embrulhar-se com o portuense Paulo Costa, após indicação do seu auxiliar, ter decidido expulsar o «levezinho», por alegada agressão ao adversário. O Sporting entende que o jogador foi mal expulso e para defender a sua tese baseia-se não só no relatório do árbitro, nas linhas em que justifica o cartão amarelo a Rossato, alegando aqui erro técnico, mas também nas declarações proferidas pelo próprio lateral esquerdo, que afirmou ter a queda com Liedson, Rossato ficou a ser assistido pelos médicos fora das quatro linhas e só viu o cartão amarelo quando reentrou em campo, não disfarçando até alguma incredulidade quando viu o árbitro com o amarelo na mão. 16-05-2007 09:
publicado por meninolopes às 18:38
link do post | comentar | favorito
|

Vamos ver os palpites de Mourinho!!!

utebol As previsões de Mourinho: Porto campeão, com Sporting e Benfica a ganharem os seus jogos José Mourinho «aposta» na conquista do título português por parte do FC Porto, seguido na classificação pelo Sporting e com o Benfica a terminar no terceiro lugar. «Se tivesse que apostar, apostava no Porto campeão», disse hoje o técnico do Chelsea. AP Mourinho, que falava em Londres à Antena 1, observa que «todos os três da frente vão ganhar os seus jogos mas o Porto, dependendo de si próprio, jogando em casa e sabendo se ganhar será campeão, leva vantagem. Quanto a mim será ele o campeão». O treinador do Chelsea acrescenta que «o Sporting está à espreita e acredito que também irá ganhar o seu jogo e vai ficar à espera daquilo que possa acontecer». - E o Benfica? «Também ele vai ganhar o seu último jogo do campeonato mas terá que esperar por dois desastres o que acho muito improvável. Seria para mim uma enorme surpresa se o Porto não conquistasse o título», assumiu Mourinho.
publicado por meninolopes às 18:33
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Leão, desde pequenino!!

Bruno Silva tem apenas oito anos de idade, é médio ofensivo, um n.º 10 verdadeiro, e foi ‘contratado’ pelo Sporting. O jovem futebolista diz que admira Cristiano Ronaldo, mas frisa que quer ser “melhor” do que o jogador do Manchester United. Natural de Galegos Santa Maria, no concelho de Barcelos, Bruno nasceu a 2 de Janeiro de 1999 e frequenta a Bragafut Academia, uma escola de formação da cidade de Braga. Foi seguido pelo Benfica, que até chegou a integrá-lo nas equipas sub-7 e sub-8, mas foi o Sporting que, depois de os seus olheiros o terem visto actuar no Mundialito de Futebol de 7, que decorreu no Algarve nas férias da Páscoa, avançou com um acordo de parceria, que envolve o clube leonino, a Bragafute Academia e os pais de Bruno, Ramiro Silva (antigo extremo-esquerdo do Santa Maria, clube da Associação de Futebol de Braga) e Sónia Araújo. A mãe quer que Bruno Silva estude e diz-lhe constantemente que “o futebol não é tudo na vida”, mas Sónia também garante estar disposta a fazer “grandes sacrifícios” pela felicidade do filho, que é adepto do FC Porto. Filipe Marques, coordenador da Bragafut Academia, afirma que Bruno Silva é um “verdadeiro craque” e que não tem consciência do salto que deu estes dias: “Mas anda muito contente e gosta de dar entrevistas.” S.C
publicado por meninolopes às 17:30
link do post | comentar | favorito
|

Lágrimas em Fátima!

É com a cara lavada em lágrimas que os peregrinos a pé assinalam a sua chegada ao recinto de orações do Santuário de Fátima. Foi assim ontem, durante todo o dia, com os grupos a chegarem uns atrás dos outros, formando um coro gigante que entoava “A 13 de Maio/na Cova da Iria/apareceu brilhando/a Virgem Maria...” As celebrações da Peregrinação Internacional Aniversária de 12 e 13 de Maio, que assinalam o 90.º aniversário da primeira Aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três Pastorinhos, só começam mais logo, pelas 18h30 na Capelinha das Aparições, mas os peregrinos a pé há vários dias que vêm chegando à Cova da Iria. Ontem, à hora do almoço, chegou um grupo proveniente de Caxinas, o bairro de pescadores mais conhecido de Vila do Conde e também da Póvoa de Varzim. Antes de entrarem no recinto deram as mãos, formaram uma roda e fizeram as últimas orações em conjunto. A emoção da chegada, após cinco dias e meio de caminhada e 280 quilómetros percorridos, levou a que alguns desfalecessem, ajoelhados na calçada a agradecerem a Nossa Senhora de Fátima por os terem ajudado a cumprir o objectivo de chegarem ao destino. “Eu já venho há vários anos a pé a Fátima por esta altura, mas para algumas pessoas é a primeira vez”, contou ao CM Eduarda Dinis, uma das orientadoras de um grupo constituído por 36 pessoas, todas elas familiares de gente ligada ao mar. É a fé que os chama à Cova da Iria, mas cada caminhada é única, nunca se repete: “Cada ano é uma experiência nova, porque só conhecemos o caminho e nunca sabemos o que vai acontecer”, acrescenta Ana Maria Cristelo, outra das orientadoras do grupo de Caxinas. “A vida no mar é muito difícil, por isso precisamos de vir a Fátima alimentar a nossa fé e continuar a confiar que os nossos homens não ficam no mar”, disse, emocionada, Eduarda Dinis. O grupo de Caxinas estará hoje entre os 500 mil peregrinos que neste fim-de-semana são esperados em Fátima, para assistir às celebrações oficiais. A presidir estará o cardeal Angelo Sodano, Legado Pontifício do Papa Bento XVI, que está no Brasil. O cardeal Sodano irá apresentar uma saudação particular aos peregrinos do Papa, que assim se associa às celebrações com a sua presença “em espírito”. Após a abertura oficial das celebrações, que será feita pelo bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, os fiéis participam na bênção solene das velas e no rosário, ainda na Capelinha das Aparições. Segue-se a Procissão das Velas e, pelas 22h30, a missa, celebrada no Altar do recinto. Após a noite de vigília, a partir das 10h00 de amanhã os fiéis são chamados a participar na missa, que inclui a bênção dos doentes e a consagração, seguindo-se a Procissão do Adeus. ABERTURA A TODAS AS CONFISSÕES FIGURAS DO MILAGRE: D. SERAFIM FERREIRA E SILVA O diálogo inter-religioso iniciado por João Paulo II encontrou no anterior bispo de Leiria-Fátima um fiel seguidor. A presença de Dalai Lama no Santuário e o congresso ‘O presente do homem, o futuro de Deus’, realizado na Cova da Iria e em que participaram representantes de outras religiões, são disso exemplo. Valeu-lhe a crítica dos sectores mais conservadores da Igreja Católica. Mas o Altar do Mundo ganhou outra dimensão. CANONIZAÇÃO COMPLICADA O bispo de Leiria-Fátima considerou ontem que os problemas de validação de um milagre dos videntes Francisco e Jacinta Marto não colocam em causa o processo de canonização. “O que pode ficar é adiado até que haja um novo milagre sobre o qual não restem dúvidas”, disse D. António Marto. Nos últimos meses os médicos indicados pela Comissão Pontifícia para a Causa dos Santos têm pedido aos médicos indicados pela diocese de Leiria/Fátima “muitas informações” sobre uma alegada cura miraculosa de diabetes. O processo de canonização foi aberto devido a este milagre, alegadamente verificado durante a beatificação dos Pastorinhos, e envolvia uma criança com diabetes. Na ocasião a mãe, emigrante portuguesa na Suíça, segurou o filho enquanto assistia, pela TV, às cerimónias. Um primeiro milagre tinha permitido anteriormente a beatificação de Francisco e Jacinta. Entretanto, a diocese de Coimbra, onde morreu Lúcia, deverá entregar no Vaticano, até ao Verão, o pedido para que o processo de beatificação se inicie, dispensando o prazo mínimo de cinco anos após a morte. A cura de uma criança argentina e relatos de recuperações miraculosas de cancros nos EUA são graças que poderão ser analisadas. EMIGRAÇÃO FOI MOTOR DE DESENVOLVIMENTO DA FREGUESIA RICOS METIAM CUNHA PELOS MAIS POBRES A maior parte da população de Fátima, no tempo das Aparições, vivia de escassos recursos. Havia contudo algumas famílias mais abastadas, que possuíam terrenos de cultivo com dimensões apreciáveis, várias juntas de bois e casa farta. Estas famílias distinguiam-se não só pelos seus haveres mas também pela influência social que exerciam junto de entidades públicas, de quem conseguiam certas facilidades para melhoramentos locais. Era a estas pessoas que se recorria também para arranjar emprego para o filho ou para o livrar do serviço militar, daí haver toda a vantagem em as escolher para padrinhos de baptismo ou de casamento. Mas nem todos se escaparam da tropa e, segundo os registos da época, 32 homens da freguesia participaram na I Guerra Mundial (1914-18), alguns dos quais morreram. Outros houve que procuraram no estrangeiro uma vida melhor, embora neste período (1915-20) o número dos que saíram fosse pouco significativo. Emigraram sobretudo para o Brasil e países da América do Sul. Quem partiu não regressou. A maior parte, depois de se estabelecer, chamou a família. Só mais tarde, nas décadas de 50-60, a debandada teve reflexos na freguesia. Os países de destino foram sobretudo a França, a Alemanha e a Suíça. Se por um lado a falta de braços deixou campos por amanhar, por outro certos lugares de Fátima passaram a reflectir o bem-estar económico do emigrante que investe na sua terra, construindo novas habitações ou casas comerciais e adquirindo terrenos na Cova da Iria. "FÁTIMA NÃO PRECISAVA DA NOVA BASÍLICA" (D. Januário, bispo das Forças Armadas CM – A nova basílica vai levar mais gente a Fátima? D.J. – Não creio. Foi feita para proteger os peregrinos, mas continuo a achar que Fátima estava bem como estava e que era preferível dar o dinheiro a quem precisa. Não é com basílicas que transformamos o Mundo, sobretudo o dos pobres. – O Papa está no Brasil. Os 90 Anos das Aparições não são mais importantes? – É igual. Talvez a opção tenha tido a ver com uma questão de agenda. Mas também acho que do ponto de vista da evangelização o Brasil está muito mais carente do que Portugal e o pai de todos tem de estar ao lado dos filhos mais frágeis. – Como se explica que haja tantos peregrinos a caminhar de Fátima? – Pelo modo como são vistas hoje as peregrinações. Além de mais bem organizadas, funcionam como uma espécie de retiro espiritual e já não tanto para cumprir promessas. INÍCIO DA PEREGRINAÇÃO ANIVERSÁRIA PERDIDOS Os escuteiros montaram duas tendas, uma de cada lado da Basílica, para acolherem as pessoas que se desorientem ou se percam dos seus grupos. ASSISTÊNCIA A Cruz Vermelha colocou ao dispor dos peregrinos quatro hospitais para qualquer emergência. Na Rotunda Norte estará o helicóptero da Protecção civil. SEGURANÇA Militares da GNR apeados, a cavalo, de moto ou de bicicleta estão colocados em todos os acessos ao Santuário para garantir a segurança e ajudar os fiéis. TÚNEIS As escadarias e os dois túneis de acesso ao recinto de oração do Santuário são as áreas críticas e que irão merecer especial atenção das autoridades. 'OPERAÇÃO FÉNIX' A GNR mobilizou 500 militares para a ‘Operação Fénix’, cuja segunda fase começou ontem, pelas 15h00, e só termina no domingo, ao final do dia. Isabel Jordão
publicado por meninolopes às 17:29
link do post | comentar | favorito
|

Pastorinho faz 300 km. a pé,até Fátima!

Há um peregrino que se destaca entre os demais nas rotas da fé. “É um pastorinho a caminho de Fátima”, admiram-se os caminhantes ao passarem por Alcino Teixeira, que decidido palmilha a estrada sobreaquecida pelo calor que nos últimos dias tem dificultado a jornada. É um menino – tem apenas nove anos – e a comparação com o beato Francisco é inevitável. Acompanhado pela mãe, Maria Isabel Borges, de 36 anos, saiu de Baião no sábado de madrugada e ontem de manhã caminhava no concelho de Pombal. “Ainda jogava à bola no final de cada dia se fosse preciso”, diz a mãe, orgulhosa do desafio que o filho está a enfrentar. Ele, envergonhado perante a atenção que lhe é dada, diz que está bem – apesar dos 300 quilómetros do percurso entre Baião e o Altar do Mundo. É a primeira vez que Alcino Teixeira e a mãe vão a Fátima a pé para cumprir uma promessa. “Prefiro não dizer qual é...”, refere Maria Isabel Borges quando questionada, remetendo a atenção do momento para o filho, que cumpre a peregrinação num grupo de 11 pessoas. O menino nunca esteve na Cova da Iria, nem viu qualquer imagem do Santuário. Um dos voluntários do Movimento da Mensagem de Fátima, que assiste ao diálogo, vai a uma carrinha buscar um calendário com os Pastorinhos e oferece-o a Alcino Teixeira, perante as tentativas frustradas dos que o rodeiam para o espevitarem. “Ele agora não diz nada, está envergonhado, mas tem muita energia e é de todos nós o que vai melhor”, explica a mãe. E a jornada não é fácil para esta criança, que anda no 3.º ano escolar: são 40 a 50 os quilómetros que tem de palmilhar a cada dia para assistir às celebrações religiosas, on-de mais de 30 mil peregrinos vão chegar a pé. No fim-de-semana serão, ao todo, 500 mil fiéis. Além do grupo de Alcino Teixeira, muitos outros caminham os últimos troços de estrada antes do Santuário de Fátima. Em Redinha, Pombal, formavam-se ontem de manhã filas compactas de peregrinos nas bermas da antiga EN1, que chegavam a ter mais de um quilómetro de extensão. À frente, à saída da cidade, três elementos do Movimento da Mensagem de Fátima ofereciam iogurtes. “Numa hora e meia já demos 2880 e no total 8800 oferecidos pela Nestlé”, diz Reinaldo Sebastião, voluntário há 11 anos. Além desta distribuição, prestam cuidados de enfermagem aos peregrinos. Já no concelho de Leiria, em Caranguejeira, no último troço para o Altar do Mundo, entoam-se cânticos religiosos. Saem das vozes de 200 pessoas e um megafone. O grupo, que saiu de Amarante, é encabeçado por um elemento que transporta uma cruz e vai decidido, em marcha acelerada. À distância ainda se ouve: “Salvé rainha, salvé rainha...” 500 FORAM ASSISTIDOS APENAS NUM DIA No posto de assistência da Ordem de Malta, em Barracão (Leiria), foram assistidos no primeiro dia 500 peregrinos, referiu Bernardo Ribeiro, destacando que a maioria das pessoas precisa de massagens devido a problemas musculares ou de tratamento por causa de bolhas nos pés e desidratação. O dia de ontem foi mais suave em termos climatéricos, relativamente aos anteriores – em que fez mais calor – o que facilitou a vida aos peregrinos. A Ordem de Malta, que tem o apoio da sua congénere alemã, Malteser, mobilizou 50 pessoas para esta operação, distribuídas por três postos de assistência: Condeixa, Barracão e Caranguejeira. Segundo Bernardo Ribeiro, “está tudo a correr bem e o volume de pedidos de ajuda é o mesmo dos anos anteriores”. PEREGRINO CEGO JÁ ESTÁ NO SANTUÁRIO O grupo Além Rio de Vila Real, onde está inserido Manuel Cigarro – o peregrino cego do Peso da Régua – chegou ontem, pelas 18h00, ao Santuário de Fátima, após ter percorrido a pé 320 quilómetros. O grupo, constituído por 46 peregrinos da região de Trás-os-Montes e Alto Douro, chegou ao Altar do Mundo dez horas antes do previsto. “Foi o Cigarro que impôs um ritmo forte”, gracejou Manuel Figueiredo, o peregrino autarca – é presidente da Junta de Freguesia de Vilarinho, concelho de Peso da Régua. Em declarações ao CM quando estava prestes a dar entrada no Santuário de Fátima, Manuel Cigarro, de 68 anos – que ficou cego na sequência do rebentamento de uma mina, em Moçambique, durante a Guerra Colonial – não cabia em si de contente por ter realizado “um sonho de anos”. “Felizmente correu tudo bem. Apesar das dores, normais numa jornada como esta, estou muito bem”, referiu Manuel Cigarro, que agradece aos companheiros a “a ajuda e paciência” que tiveram com ele. “Foram espectaculares!”, salienta. DURANTE A SEMANA QUALQUER ROUPITA SERVIA: SÓ HOMENS ANDAVAM CALÇADOS A indumentária e o calçado, no tempo das Aparições, reflectia a pobreza da época no lugar de Aljustrel, a terra dos três Pastorinhos. Durante a semana, qualquer roupita cobria o corpo, mas ao domingo tudo era diferente: as raparigas usavam saia comprida de riscado com algibeira, e blusa de chita; as mulheres saia de lã, blusa larga de chita ou cetim e na cabeça lenço de lã estampado com ramagens; os rapazes calça preta, apertada com cinta, camisa, colete, casaco e boina; os homens fato de surrobeco, com jaqueta de alamares, camisa, calça cintada, chapéu ou carapuço e, numa das mãos, o pau de carvalho ou de marmeleiro. Aos domingos os homens e rapazes calçavam botas finas e as mulheres sapatos; mas de semana enquanto os primeiros usavam botas grosseiras, por vezes bastante remendadas com tombas, as mulheres e crianças nada traziam nos pés – os sapatos serviam para ir às missas e festas e, mesmo assim, no caminho iam por vezes descalças. A partir de finais dos anos 20, início da década de 30, a situação alterou-se. O vestuário vai-se diversificando dos padrões tradicionais de outrora, mas é ao nível do calçado que a evolução mais se nota. O que antes era usado diariamente só pelos homens e pelas mulheres apenas ao domingo tornou-se prática corrente, embora algumas crianças continuem a andar descalças, não tanto por necessidades mas por tendências adquiridas. FIGURAS DO MILAGRE: FÁTIMA GANHA OUTRA DIMENSÃO (MONSEHOR LUCIANO GUERRA) Perdeu o braço-de-ferro com o Vaticano – que impôs outra forma de gestão do Santuário – e não tem sido feliz em algumas decisões, como a localização da nova basílica, que retira toda a imponência ao recinto. Mas seria injusto não reconhecer o trabalho desenvolvido desde que assumiu, em 1973, as funções de reitor do Santuário, graças ao qual Fátima é hoje um dos mais importantes locais de culto do mundo católico. "PROVAS ESTÃO TODAS PUBLICADAS" (Luciano Cristino, director do Arquivo do Santuário) CM – A documentação que existe é suficiente para provar o milagre de Fátima? L.C. – Para mim é mais do que suficiente, mas a nossa missão não é provar nada, apenas apresentar provas. Cada um fará, depois, a sua leitura. – O que falta divulgar? – Nada. Os documentos relativos ao período 1917/1924 estão todos publicados, em sete tomos, por ordem cronológica. – A pesquisa continua? – Naturalmente. Apesar de terem passado 90 anos, continuam a ser-nos enviados, com alguma frequência, escritos relativos a essa época. – O Santuário não devia guardar o Segredo de Fátima? – A primeira e segunda partes estão nos arquivos do bispo de Leiria e a terceira no Vaticano. O importante é que foi revelado. Se os escritos deviam estar aqui ou não é secundário. EMOÇÃO Lúcia, a única vidente que falou com Nossa Senhora, faleceu a 13 de Fevereiro de 2005 no Carmelo de Coimbra. Tinha 97 anos. Os restos mortais foram trasladados um ano depois para a Basílica do Santuário, uma cerimónia que levou milhares de fiéis a Fátima e foi seguida por milhões através da TV. O caixão foi colocado ao lado do túmulo de Jacinta. NOTAS MOBILIZAÇÃO A Protecção Civil mobilizou para a peregrinação da Cova da Iria 112 bombeiros, 25 ambulâncias, sete veículos de combate a incêndios, dois de socorro e salvamento e um heli. Centenas de voluntários têm apoiado aos fiéis na caminhada até Fátima. CONVERSÃO O bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, considera os 90 anos das Aparições uma oportunidade para actualizar a Mensagem de Fátima, que apela à conversão do Mundo. ALMOÇO A logística dos grandes grupos inclui tudo o que é necessário para a caminhada. Numa sobra de pinhal prepara-se o almoço para 54 peregrinos de Viseu. MAPA A empresa Best, que editou os mapas de Fátima com dois anúncios a sex shops, negou ter tido a intenção de ofender as pessoas em romaria ao Santuário. PADRE KHRON I O atentado falhado a João Paulo II no Santuário de Fátima, perpetrado pelo padre Juan Khron, ocorreu há 25 anos (na peregrinação de Maio de 1982). PADRE KHRON II Juan Khron foi condenado a seis anos e meio de prisão. Desde o caso, assistiu-se a um reforço muito grande das medidas de segurança no Santuário. ESTATUETA DE NOSSA SENHORA AMANHÃ COM O CM O CM associa-se aos 90 anos das Aparições reservando para os seus leitores diversas lembranças alusivas à data. A de amanhã é uma estatueta de Nossa Senhora de Fátima, que pode adquirir por 50 cêntimos mais o seu jornal diário. AMANHÃ NÃO PERCA: Início da peregrinação aniversária Carlos Ferreira, Leiria
publicado por meninolopes às 17:07
link do post | comentar | favorito
|

Cuidado com os carteiristas,mesmo em Fátima!

A GNR, que pela primeira vez coordenou a operação de segurança aos peregrinos e de regulação de trânsito nos acessos ao Santuário de Fátima, apanhou seis carteiristas em flagrante delito durante as celebrações de 12 e 13 de Maio, que reuniram 500 mil fiéis. Os carteiristas foram localizados no recinto e nos parques de estacionamento, tendo sido identificados pelos militares da GNR, que também receberam 56 queixas por furto ou extravio de carteiras, quinze das quais já foram recuperadas Por seu lado, os postos de assistência dos bombeiros e da Cruz Vermelha assistiram 782 fiéis, a maioria por desidratação e cansaço extremo, informou a Autoridade Nacional de Protecção Civil, que registou ainda 126 evacuações, vinte das quais para os hospitais de Leiria, Torres Novas e Tomar. Nas tendas dos escuteiros foram apoiados 60 peregrinos que se perderam dos grupos. A peregrinação, que assinalou o 90.º aniversário das Aparições e coincidiu com um fim-de-semana, constituiu para a GNR “um baptismo ao nível de uma visita papal”, disse ao CM o tenente-coronel Vítor Lucas, comandante distrital de Santarém, que teve a seu cargo a coordenação da Operação Fénix 2007. O responsável da GNR considerou que a instituição demonstrou a sua “capacidade de resposta” e atribuiu os congestionamentos no trânsito a um “problema estrutural”, resultante dos acessos à A1 e da “falta de sinalética adequada”, nomeadamente sobre os parques de estacionamento alternativos. “Fátima é uma montra internacional e de Maio a Outubro sofre uma pressão semanal resultante do grande fluxo de peregrinos, por isso, tem de se repensar a sua organização para melhorar a qualidade do serviço aos cidadãos”, defendeu Vítor Lucas, que se confessou “admirado” com a situação que encontrou na cidade, onde a GNR se instalou há apenas um mês. Um dos “momentos de muita tensão” ocorreu no sábado à noite, nos acessos aos túneis quando o recinto estava repleto e se viveram situações “no limiar do risco”, como desmaios, e em que o dispositivo preparado pela GNR se mostrou “adequado”. CIDADE PRECISA DE SE REQUALIFICAR “A vida na cidade de Fátima está preparada para os 365 dias do ano e não para os dias de excepção, como são as grandes peregrinações”, disse ao CM o presidente da Câmara de Ourém David Catarino, reconhecendo, no entanto, que a Cova da Iria precisa de uma “acção integrada de requalificação”, o que inclui a melhoria do mobiliário urbano, a criação de passeios e uma gestão integrada do parqueamento, já alvo de uma candidatura ao Polis XXI. PEREGRINAÇÃO DAS CRIANÇAS “A vida na cidade de Fátima está preparada para os 365 dias do ano e não para os dias de excepção, como são as grandes peregrinações”, disse ao CM o presidente da Câmara de Ourém David Catarino, reconhecendo, no entanto, que a Cova da Iria precisa de uma “acção integrada de requalificação”, o que inclui a melhoria do mobiliário urbano, a criação de passeios e uma gestão integrada do parqueamento, já alvo de uma candidatura ao Polis XXI. COMUNHÃO PARA 65 MIL Nos dois dias das celebrações, 5730 peregrinos aproveitaram para se confessar e 65 mil comungaram nas missas. EUROPA ESTÁ A PERDER A FÉ O Vaticano está preocupado com a renúncia à fé católica na Europa, “aquela que fez a sua força no decorrer dos séculos”, e demonstrou-o ontem na Cova da Iria, através do legado pontifício, o cardeal Ângelo Sodano. “Nos nossos países está em curso uma apostasia (renúncia) sub-reptícia que não pode deixar-nos indiferentes”, referiu o enviado do Papa na homília de encerramento das celebrações, adiantando que “os nossos dias nos deixam a impressão de que muitos se afastam da casa do Pai”. Na Cova da Iria “unimo-nos em súplica ao redor da Mãe, para que ilumine as suas consciências e faça regressar os filhos pródigos”, disse o cardeal Ângelo Sodano, que foi secretário de Estado de João Paulo II e o divulgador da terceira parte do segredo de Fátima. "FÉ MAIS IMPORTANTE QUE IDEOLOGIA" O Papa Bento XVI despediu-se ontem do Brasil em clima de festa e descontracção e com um recado: a Fé é mais importante do que qualquer ideologia. Na missa para uma multidão emocionada com que ontem abriu na Basílica da cidade de Aparecida a V Conferência Episcopal Latino-Americana, o Sumo Pontífice deu os parabéns aos brasileiros pela sua enorme Fé e afirmou ser esse o maior tesouro da América Latina. “O tesouro mais rico do continente latino-americano, o seu património mais valioso, é a Fé em Deus e não uma ideologia política, um movimento social ou, tão pouco, um sistema económico”, declarou o Papa. Noutro ponto, numa nova referência às seitas evangélicas, que considera extremamente agressivas, Bento XVI afirmou que a Igreja Católica, em contraposição, não faz proselitismo, cresce muito mais por atracção. “Como Cristo atrai todos a si com a força do seu amor, que culminou no Sacrifício da Cruz, assim a Igreja cumpre a sua missão, na medida em que associada a Cristo, cumpre a sua obra”, referiu o Papa. Bento XVI voltou ontem a quebrar diversas vezes o rígido protocolo para corresponder às contínuas manifestações de carinho da população. Depois de um início de visita sisudo, no sábado o Papa chegou a sorrir várias vezes durante um encontro mais informal com religiosos e, na visita a uma quinta católica que trata toxicodependentes, deixou a segurança apavorada ao ignorar o carro oficial e ir a pé de encontro aos populares, com os quais conversou e chegou a tirar fotos. Isabel Jordão / Domingos G. Serrinha, São Paulo, Correspondente
publicado por meninolopes às 17:04
link do post | comentar | favorito
|

Fátima,ainda é um dos maiores Altares do Mundo!

É uma das maiores celebrações de sempre em Fátima, apenas superada pelas três que foram presididas por João Paulo II. São tantos os fiéis, que ontem à noite as autoridades pediram aos crentes para não tentarem entrar no Recinto. É a quarta maior peregrinação de sempre. À excepção dos dias das três presenças do Papa João Paulo II, o Altar do Mundo nunca viveu uma enchente como a deste fim-de-semana. É por isso também que, a par da fé, cresce um inevitável mundo de negócios, responsável por uma facturação de, no mínimo, 25 milhões de euros. As comemorações dos 90 anos da primeira Aparição da Virgem aos Pastorinhos – a 13 de Maio de 1917 – e a coincidência das celebrações religiosas com o fim-de-semana, atraíram à Cova da Iria 500 mil pessoas, segundo cálculos da GNR, que este ano assumiu as operações de segurança. “Dois lenços um euro, dois lenços um euro! – é para dizer adeus à Virgem!”, apregoam os vendedores ambulantes nas ruas à volta do Santuário. Também não faltam bonés e cadeirinhas: cada dois a cinco euros. É um pequeno exemplo de que, à volta dos peregrinos e da fé, quase tudo se vende. Na verdade, o meio milhão de peregrinos que assiste às cerimónias do 13 de Maio em Fátima gasta, no mínimo, 25 milhões de euros – contando 50 euros por cada um, em combustível, alimentação, dormida e recordações. Uma estimativa “pessimista”, como referiu ao CM um economista que também peregrinou ao Altar do Mundo. O volume de negócios pode aproximar-se do dobro, ou seja, 50 milhões de euros – cem euros por cada peregrino, sobretudo os que pernoitam na região. Estas verbas não caem nos cofres da Igreja – se assim fosse, seria mais fácil pagar a Igreja da Santíssima Trindade, que está em fase de acabamento e orçada em 60 milhões de euros. A ela cabe-lhe uma pequena fatia deste dinheiro, porque também explora alguns estabelecimentos comerciais, como lojas de recordações e unidades de alojamento e vendas de velas. E fica com as esmolas – não contabilizadas nesta estimativa – e as promessas pagas por fiéis provenientes de todo Mundo. E a Cova da Iria já era ontem, a meio da tarde, um mar de gente a confluir para o recinto das celebrações, que ficou repleto – tem capacidade para 250 a 300 mil pessoas – por altura da Procissão das Velas, um dos momentos mais simbólicos para os fiéis, a par da Procissão do Adeus, que decorre esta manhã. António Lopes, de 56 anos, e o filho, de 29, chegaram da Maia para repetirem um gesto que cumprem há 18 anos: agradecer à Virgem as boas graças. De Vagos, após 130 quilómetros a pé, chegou Amélia Graça, de 38 anos, com duas amigas. Prometeu pela cura de “um problema” do filho, que esteve quatro dias em coma. E as histórias repetem-se, umas mais, outras menos dramáticas, porque há 90 anos Lúcia, Francisco e Jacinta viram uma Senhora vestida de branco na Cova da Iria. APELO DRAMÁTICO A multidão que se deslocou ontem ao Santuário para a Procissão das Velas obrigou as autoridades a apelarem aos fiéis para não entrarem no recinto por razões de segurança. “A situação é muito complicada, não há lugar para mais gente”, disse o comandante da Protecção Civil. Um cenário que poderá repetir-se nas cerimónias desta manhã. PRINCIPAL PROBLEMA ESTEVE NO TRÂNSITO A capacidade de estacionamento na Cova da Iria esgotou-se a meio da tarde de ontem, provocando filas de trânsito e o caos na A1. Por isso, os automobilistas começaram a estacionar nas bermas das estradas e entre as rotundas Norte e Sul. Perante este cenário, o tenente-coronel Vítor Lucas, da GNR – que este ano assumiu pela primeira vez as operações de segurança –, admite que a gestão do trânsito com destino a Fátima, nas grandes peregrinações, tenha de ser revista. Esta situação provocou algumas críticas de condutores e moradores da Cova da Iria, uma vez que os principais acessos ao Santuário ficaram congestionados. O nó da A1 chegou a ter uma fila compacta de quatro quilómetros, no sentido Norte-Sul, uma situação que não é habitual –, mas esta também é uma das maiores peregrinações de sempre – com mais de 500 mil fiéis houve apenas as presididas pelo Papa João Paulo II. Para o tenente-coronel Vítor Lucas, o problema não está nas vias interiores, nem nas duas avenidas da cidade que servem a circular externa, que estiveram “sempre desimpedidas”. “O problema foi a saída da portagem”, explicou o militar, refutando que a inexperiência da GNR possa ter contribuído para a situação. Perante estes constrangimentos, a GNR aconselha os peregrinos que só esta manhã se dirigem para Fátima a escolherem estradas secundárias, por forma a aliviar o trânsito e as portagens na A1. Até ao meio da tarde, as autoridades já tinham registado oito furtos de carteiras, à semelhança do que acontece sempre nas peregrinações. PEREGRINOS ESTRANGEIROS DE 26 PAÍSES Milhares de peregrinos estrangeiros de 26 países vão participar nas cerimónias religiosas da Peregrinação Internacional a Fátima integrados em grupos organizados, informou o Serviço de Peregrinos do Santuário. Itália, Polónia, Alemanha, França e Espanha são os países com mais peregrinos inscritos. Estão também inscritos no Serviço de Peregrinos grupos da África do Sul, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Coreia do Sul, Costa do Marfim, Croácia, Eslováquia, Eslovénia, Estados Unidos da América, Holanda, Irlanda, Líbano, Reino Unido, República Democrática do Congo, Singapura, Suíça e Ucrânia. MUÇULMANO YOUSEF FOI A PÉ ATÉ FÁTIMA Entre os milhares de católicos que ontem chegaram ao Santuário de Fátima para o início das celebrações oficiais da Peregrinação Internacional de Maio encontra-se, pelo menos, um muçulmano. Yousef Tarik é paquistanês e muçulmano. Veio ontem pela primeira vez ao Santuário mariano acompanhar a mulher, uma portuguesa da Baixa da Banheira, que costuma ir todos os anos a Fátima rezar. “Nos outros anos, vim a pé com a minha mãe e a minha irmã. Desta vez, o meu marido veio cá ter para dar apoio”, explicou Rita Sousa, casada há três anos com o imigrante paquistanês. “Somos de religiões diferentes mas respeitamo-nos”, disse a portuguesa. Yousef Tarik por sua vez afirmou que iria estar no Recinto por causa da mulher mas com “respeito” pela fé católica. “Sou muçulmano mas não tenho nada contra os católicos. Até casei com uma”, disse, entre sorrisos, o imigrante paquistanês que confessou estar entusiasmado com as cerimónias. “Nunca fui a Meca. Isto é a maior peregrinação a que vou assistir”, afirmou Yousef Tarik que, no entanto, recusa qualquer tipo de conversão. REFERE O ENVIADO DO PAPA: FÁTIMA TEM UM CARISMA ESPECIAL A primeira visita de João Paulo II a Fátima, há 25 anos, foi lembrada ontem na abertura da Peregrinação de 12 e 13 de Maio, pelo bispo da diocese, D. António Marto, que depois rezou com os peregrinos pelo sucesso da visita do actual Papa, Bento XVI, ao Brasil. “Acompanhamos com a nossa oração a viagem de Bento XVI ao Brasil”, disse o bispo de Leiria-Fátima depois de agradecer ao Papa o facto de ter enviado como seu legado pontifício o cardeal Angelo Sodano, que teve um papel “importantíssimo” na revelação da terceira parte do Segredo de Fátima. Na peregrinação que assinala o 90.º Aniversário das Aparições de Nossa Senhora aos Três Pastorinhos, os dois Papas ‘disputam’ as atenções dos fiéis, que há muito conhecem o “amor particular” que João Paulo II nutria por Maria e ontem ficaram a saber do “particular afecto” de Bento XVI e o seu “forte desejo” em visitar a Cova da Iria. “Vocês te-lo-ão cá um dia”, garantiu o cardeal Angelo Sodano na conferência de imprensa que antecedeu a abertura da peregrinação. O cardeal Angelo Sodano, que foi secretário de Estado de João Paulo II e o acompanhou em 51 viagens ao estrangeiro, revelou a sua “grande alegria” por estar na Cova da Iria, que tem um “carisma especial para os fiéis” e é “um dos lugares privilegiados da Igreja contemporânea”. “Através de Maria vamos a Jesus, por isso aceitei com muito gosto vir até junto de vós em representação do Papa”, disse Angelo Sodano, que pela segunda vez preside às celebrações da peregrinação de Maio. A primeira vez foi em 1992. À noite, na missa que antecedeu a procissão de velas, o cardeal italiano fez um fervoroso apelo à paz no Mundo: “A paz é um dom que devemos guardar zelosamente, porque é uma realidade frágil, exposta a mil perigos”, afirmou, lembrando que “há 90 anos que a Mãe de Deus, a partir de Fátima, encaminha os homens e as nações para a conversão, a fraternidade e a paz”. “A Igreja convida-nos a rezar e a implorar este dom da paz pela intercessão de Maria Santíssima, Rainha da Paz”, disse ainda o legado pontifício de Bento XVI. Depois da missa presidida pelo cardeal Angelo Sodano, os peregrinos participaram na Procissão das Velas, unidos num cântico único que se fez ouvir por todo o recinto. Durante a noite os peregrinos participaram na Via Sacra, a que se seguiu a celebração mariana, a missa e a adoração de Laudes. A celebração final começa às 10h00, com a procissão, seguida da eucaristia – que inclui a bênção dos doentes e a consagração – terminando com a emotiva Procissão do Adeus, em que a imagem de Nossa Senhora recolhe à Capelinha. "ESPERO ASSISTIR À CANONIZAÇÃO" (Angelo Sodano, legado pontifício de Bento XVI) Correio da Manhã – Como está o processo de canonização dos beatos Francisco e Jacinta? Angelo Sodano – Nos últimos anos, depois do derrube do comunismo em tantos países, surgiram numerosas causas de mártires. Penso que a causa deles poderá avançar em breve e eu espero ainda assistir à canonização de Francisco e Jacinta. – O que lhe disse Bento XVI antes de partir para o Brasil? – Disse-me “o senhor vai a Fátima, eu vou a Aparecida. Rezemos à Virgem, eu num lugar e o senhor noutro. Saúde a todos os de Fátima e espero também eu um dia, se Deus me der saúde, poder ir lá”. – Está próxima uma visita do Papa à Rússia? – Penso que nos próximos anos será possível o Papa visitar a Rússia, onde hoje existe uma liberdade religiosa fundamental, embora não completa. RÚSSIA ENTREGA ÍCONE COM IMAGENS DA CELA DE LÚCIA O Santuário de Fátima recebe hoje, durante o ofertório da eucaristia presidida pelo cardeal Ângelo Sodano, um ícone russo representando Nossa Senhora de Fátima. Feito pelo iconógrafo ortodoxo russo Ivan Lvovich, o ícone foi construído a partir de duas imagens que a Irmã Lúcia tinha na sua cela no Carmelo de Santa Teresa: uma de Nossa Senhora de Fátima e outra da Manifestação do Imaculado Coração de Maria. O ícone leva incorporado na sua parte central um medalhão com a palavra ‘sertse’ (coração), em caracteres paleoeslavos, e um rosário na mão direita. Além da inscrição ‘Maternidade Divina de Maria’, o ícone tem ainda a frase ‘Ícone da Santíssima Virgem de Fátima. Em Ti, a Unidade’. PEQUENA MADDIE LEMBRADA POR PEREGRINOS EM FÁTIMA O caso do Algarve, da menina inglesa desaparecida, não deixou de tocar os milhares de peregrinos que se passeiam nas imediações do Santuário e muitos foram os que incluíram a pequena Maddie nas suas orações. Maria da Graça tem um pequeno papel com a fotografia da menina, que lhe foi dado por outro peregrino, onde se pode ler um apelo aos crentes para rezarem nas “orações à Nossa Senhora de Fátima e aos três Pastorinhos” para o seu regresso. “Que o 13 de Maio traga, mais uma vez, a todos nós a certeza de que é a fé e a nossa padroeira que nos salvam”, conclui o pequeno papel. Mais próximo de Fátima, o caso da menina Esmeralda Porto também mobilizou as emoções dos peregrinos. PAPA QUER MAIS EVANGELIZAÇÃO Numa clara reprimenda ao clero brasileiro, que considera excessivamente envolvido em acções políticas e sociais, Bento XVI exortou os bispos a redobrarem esforços na difusão das palavras de Cristo e a não se esquecerem que a missão deles é evangelizar. “A fé, os sacramentos e a liturgia devem preceder qualquer compromisso social da Igreja. Essa, e não outra, é a finalidade da Igreja, a salvação das almas, uma a uma.”, declarou o Sumo Pontífice perante 400 bispos reunidos na Catedral da Sé, em S. Paulo. “Quando não existe fé em Cristo nem a Sua presença nas celebrações falta o essencial, também para a solução dos urgentes problemas sociais e políticos”, acrescentou o Papa. Reiterando o seu já conhecido desacordo em relação à postura mais política do que pastoral dos bispos brasileiros, concluiu: “Nós, pastores, devemos ser fiéis servidores da palavra, sem visões redutivas e confusões sobre a missão que nos é confiada.” Na mesma cerimónia o chefe da Igreja Católica condenou “a ferida do divórcio”, a prática de crimes contra a vida e a dignidade humana em nome de direitos e liberdades individuais e os “desvios de sexualidade”, numa clara referência à homossexualidade. VISITA A CENTRO DE REABILITAÇÃO O Papa Bento XVI exortou os fiéis a não perderem a esperança durante uma visita que ontem efectuou ao centro de recuperação de toxicodependentes Fazenda da Esperança, obra social da Igreja liderada pelo frei alemão Hans Stapel. “É preciso construir a esperança, tecendo a tela de uma sociedade que, no estender-se dos fios da vida, perde o próprio sentimento de esperança”, afirmou o Sumo Pontífice, sublinhando que “esta perda é como a maldição que a pessoa humana impõe a si mesma”. Durante a visita, Bento XVI ouviu relatos emocionantes de toxicodependentes de várias nacionalidades. NOTAS ACTUALIZAR INFORMAÇÃO O Santuário de Fátima vai apostar nos próximos anos na actualização da bibliografia sobre aquele espaço, as Aparições e a Mensagem. PASTORINHOS E O FUTURO ‘Colher o essencial da vivência espiritual dos pastorinhos e projectar o futuro do Santuário’ é um dos objectivos do congresso que decorre de 9 a 12 de Outubro. CÂMARAS ILEGAIS As câmaras de videovigilância do Santuário de Fátima ainda não estão legalizadas, apesar de terem sido utilizadas nos últimos anos. PAPAS EM FÁTIMA I João Paulo II é Paulo VI foram os únicos papas que visitaram até hoje o Santuário. João Paulo II por três ocasiões, Paulo VI em 1967. PAPAS EM FÁTIMA II João Paulo I e Bento XVI também estiveram presentes no Altar do Mundo, mas ainda não eram chefes da Igreja Católica. ROMARIA A VALINHOS Cerca de metade dos peregrinos visitam os Valinhos, local da Aparição da Virgem, e Aljustrel, onde residiam os videntes. ASAE NOTA MELHORAS A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica verificou menos infracções em Fátima do que no ano passado. ESTACIONAMENTO LOTADO A capacidade de estacionamento em Fátima esgotou por volta das 15h30 de ontem, a três horas da Peregrinação Internacional de Maio. ENCICLOPÉDIA FÁTIMA A ‘Enciclopédia Fátima’, lançada este fim-de-semana, aborda os vários ângulos das Aparições da Cova da Iria. Carlos Ferreira, Leiria / Isabel Jordão, Leiria / Domingos G. Serrinha, São Paulo, Correspondente
publicado por meninolopes às 17:00
link do post | comentar | favorito
|

Será este o malvado que fez desaparecer a Madeleine McCann?

Robert Murat, um cidadão britânico de 35 anos cuja casa foi ontem alvo de buscas na Praia da Luz, foi constituído arguido no âmbito das investigações do caso Madeleine McCann, a menina britânica desaparecida há 12 dias no Algarve. A informação sobre os avanços resultantes da investigação a Robert Murat, que chegou a servir de intérprete junto do casal McCann, foi revelada esta terça-feira pela SIC Noticias, que adiantou que este cidadão britânico continua em liberdade, depois de lhe ter sido aplicada a medida de coacção de termo de identidade e residência ou obrigatoriedade de apresentações periódicas junto das autoridades. Robert Murat foi uma das três pessoas, dois homens e uma mulher, interrogadas na noite de ontem pela Polícia Judiciária nas instalações do Departamento de Investigação Criminal de Portimão. Desconhece-se se as outras duas pessoas, uma mulher alemã e um português, foram ouvidos como testemunhas ou suspeitos. De acordo com declarações prestadas pela mãe de Robert Murat à estação de televisão Sky News, o filho está bastante revoltado com o facto de ter sido constituído arguido. Ainda segundo Jennifer Murat, depois de ter sido ouvido pela PJ, o filho resolveu passar a noite em casa de amigos. Robert Murat foi ouvido pela PJ depois de ter sido denunciado à polícia pela jornalista britânica Lori Campell, do jornal ‘Sunday Mirror’, que estranhou o comportamento do cidadão britânico durante os primeiros duas da investigação.
publicado por meninolopes às 16:55
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Maio de 2007

O SPORTING AINDA PODE SER CAMPEÃO!!!!!

13-05-2007 ACADÉMICA, 0 - SPORTING, 2 TUDO EM ABERTO! O Sporting cumpriu, em Coimbra, o que se lhe pedia e venceu os estudantes por 2-0, com golos apontados por Liedson (3 m) e Moutinho (89 m). Fruto do empate do FC Porto, os “leões” encurtaram a distância para o primeiro lugar. Portanto, continua tudo em aberto para a última jornada, na qual o Sporting recebe em Alvalade o Belenenses. Começa a ser um hábito o Sporting marcar nos minutos iniciais da partida e o encontro com a Académica não foi excepção. Liedson, aos três minutos, inaugurou o marcador, depois de ter sido bem servido por Nani e de Medeiros ter tocado na bola, bastando ao “levezinho” confirmar o primeiro tento da partida. O número 31 do Sporting teve o segundo golo nos pés, mas aos sete minutos, desperdiçou a marcação de uma grande penalidade, depois de ter sido carregado em falta por Pedro Roma, que não conseguiu defender de primeira o remate de Miguel Veloso. O Sporting foi dono e senhor da partida, sendo que nos primeiros 30 minutos, Ricardo não foi mais do que um espectador tranquilo. Os “leões” traduziam o domínio em oportunidades de golo criadas, mas os avançados estiveram algo precipitados na finalização. Estava decorrido o minuto 34 quando a Académica criou o primeiro lance de perigo para a baliza defendida por Ricardo. Valeu a trave que impediu que a bola vinda dos pés de Lino, através da marcação de um livre directo, se traduzisse em golo para o adversário. Na sequência do lance, Miguel Pedro ficou com a bola, Liedson desarmou o adversário e Miguel Pedro caiu no interior da grande área do Sporting. Pediu-se grande penalidade, mas Lucílio Batista, nada assinalou. Minutos depois, Ricardo evitou o tento da Académica, ao efectuar grande defesa para canto. A primeira parte terminou com os “leões” a tentarem chegar ao golo, mas sem efeito. O segundo tempo começou com a Académica mais pressionante e a criar, nos minutos iniciais, lances com algum perigo para a baliza de Ricardo. Aos 53 minutos, Miguel Veloso rematou forte, a fazer com que a bola passasse muito próxima do poste esquerdo da baliza defendida por Pedro Roma. Dame, que entrou na segunda parte para o lugar de Roberto Brum, rematou forte, mas a trave da baliza de Ricardo negou novamente o tento da Académica. Tello, aos 59 minutos, obrigou Pedro Roma à defesa da noite, que parecia elástico a defender a marcação de um livre directo. A partida disputou-se a um ritmo mais elevado e isso criou mais equilíbrio, com ambas as equipas a procurarem o golo. E foi o Sporting quem conseguiu chegar ao segundo. Liedson protagonizou uma excelente jogada na direita, deu para Nani que centrou para Moutinho – junto ao segundo poste rematou para o fundo da baliza de Pedro Roma. O resultado é justo e premeia a boa exibição dos “leões”. Com esta vitória e com o empate do FC Porto, o Sporting reduziu para um ponto a distância para o líder da prova, ficando tudo em aberto para a última jornada da Liga. Ficha de jogo: Académica: Pedro Roma, Joeano, Káka, Roberto Brum (Dame, 45 m), Paulo Sérgio, Filipe Teixeira, Medeiros (Gyano, 25 m), Lino, Miguel Pedro, Litos e Sarmento (Nestor, 73 m). Treinador: Manuel Machado Suplentes não utilizados: Eduardo, Danilo, Alexandre e Nuno Luís Disciplina: Cartão amarelo a Pedro Roma (7 m), Gyano (30 m), Litos (79 m) e Nestor (89 m) Sporting: Ricardo, Abel, Polga, Caneira, Tello, Miguel Veloso, João Moutinho, Nani (Pereirinha, 90 m), Romagnoli (Tonel, 77 m), Yannicl Djaló (Alecsandro, 67 m) e Liedson. Treinador: Paulo Bento. Suplentes não utilizados: Tiago, Ronny, Alecsandro, Farnerud e Custódio. Disciplina: Cartão amarelo a João Moutinho (8 m), Miguel Veloso (62 m) Golos: Liedson (3 m) e João Moutinho (89 m) Texto: Andreia Alexandre Fotos: Pedro Cruz
publicado por meninolopes às 18:42
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

Alijó,Pinhão,etc.

Por motivos de trabalho,tive que me deslocar a Alijó.

 

Optei para o efeito,viajar de comboio. Entrei em Braga num Urbano e fiz transbordo em Ermesinde.

 

Aí,apanhei o Interregional até ao Pinhão.

 

Fiquei encantado com as paisagens,embora o dia não estivesse muito famoso,tendo mesmo apanhado alguma chuva.

 

 Do Pinhão para Alijó tive que ir de Táxi,dado que não havia Autocarros,segundo informações colhidas no local,junto de Agentes da GNR,que na ocasião patrulhavam a Vila.

 

Foi uma experiência engraçada e que aconselho,pois   em Portugal,ainda há coisas maravilhosas para serem apreciadas. E, sempre que possa,lá estarei eu a viajar dessa forma.

publicado por meninolopes às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. A caminho de mais uma fin...

. A caminho da Final da Taç...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds