.posts recentes

. A caminho da Final da Taç...

. A caminho de mais uma fin...

. RECORD NACIONAL!!!

. SUPERTAÇA TAMBÉM É NOSSA!...

. Tudo sobre os Caracóis!!!

. Começo da nova época à vi...

. Maria Madalena

. Júlia florista

. Foi na travessa da Palha

. Avé Maria Fadista

. A morte da Mouraria

. A moda das tranças pretas

. A casa da Mariquinhas

. Eu queria cantar-te um fa...

. Fado Malhoa

. O Embuçado

. São só milhões!!!!

. O papa-taças!!!!

. Arrumando a casa para 200...

. A limpeza continua!!!

.posts recentes

. A caminho da Final da Taç...

. A caminho de mais uma fin...

. RECORD NACIONAL!!!

. SUPERTAÇA TAMBÉM É NOSSA!...

. Tudo sobre os Caracóis!!!

. Começo da nova época à vi...

. Maria Madalena

. Júlia florista

. Foi na travessa da Palha

. Avé Maria Fadista

. A morte da Mouraria

. A moda das tranças pretas

. A casa da Mariquinhas

. Eu queria cantar-te um fa...

. Fado Malhoa

. O Embuçado

. São só milhões!!!!

. O papa-taças!!!!

. Arrumando a casa para 200...

. A limpeza continua!!!

.arquivos

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Fátima,ainda é um dos maiores Altares do Mundo!

É uma das maiores celebrações de sempre em Fátima, apenas superada pelas três que foram presididas por João Paulo II. São tantos os fiéis, que ontem à noite as autoridades pediram aos crentes para não tentarem entrar no Recinto. É a quarta maior peregrinação de sempre. À excepção dos dias das três presenças do Papa João Paulo II, o Altar do Mundo nunca viveu uma enchente como a deste fim-de-semana. É por isso também que, a par da fé, cresce um inevitável mundo de negócios, responsável por uma facturação de, no mínimo, 25 milhões de euros. As comemorações dos 90 anos da primeira Aparição da Virgem aos Pastorinhos – a 13 de Maio de 1917 – e a coincidência das celebrações religiosas com o fim-de-semana, atraíram à Cova da Iria 500 mil pessoas, segundo cálculos da GNR, que este ano assumiu as operações de segurança. “Dois lenços um euro, dois lenços um euro! – é para dizer adeus à Virgem!”, apregoam os vendedores ambulantes nas ruas à volta do Santuário. Também não faltam bonés e cadeirinhas: cada dois a cinco euros. É um pequeno exemplo de que, à volta dos peregrinos e da fé, quase tudo se vende. Na verdade, o meio milhão de peregrinos que assiste às cerimónias do 13 de Maio em Fátima gasta, no mínimo, 25 milhões de euros – contando 50 euros por cada um, em combustível, alimentação, dormida e recordações. Uma estimativa “pessimista”, como referiu ao CM um economista que também peregrinou ao Altar do Mundo. O volume de negócios pode aproximar-se do dobro, ou seja, 50 milhões de euros – cem euros por cada peregrino, sobretudo os que pernoitam na região. Estas verbas não caem nos cofres da Igreja – se assim fosse, seria mais fácil pagar a Igreja da Santíssima Trindade, que está em fase de acabamento e orçada em 60 milhões de euros. A ela cabe-lhe uma pequena fatia deste dinheiro, porque também explora alguns estabelecimentos comerciais, como lojas de recordações e unidades de alojamento e vendas de velas. E fica com as esmolas – não contabilizadas nesta estimativa – e as promessas pagas por fiéis provenientes de todo Mundo. E a Cova da Iria já era ontem, a meio da tarde, um mar de gente a confluir para o recinto das celebrações, que ficou repleto – tem capacidade para 250 a 300 mil pessoas – por altura da Procissão das Velas, um dos momentos mais simbólicos para os fiéis, a par da Procissão do Adeus, que decorre esta manhã. António Lopes, de 56 anos, e o filho, de 29, chegaram da Maia para repetirem um gesto que cumprem há 18 anos: agradecer à Virgem as boas graças. De Vagos, após 130 quilómetros a pé, chegou Amélia Graça, de 38 anos, com duas amigas. Prometeu pela cura de “um problema” do filho, que esteve quatro dias em coma. E as histórias repetem-se, umas mais, outras menos dramáticas, porque há 90 anos Lúcia, Francisco e Jacinta viram uma Senhora vestida de branco na Cova da Iria. APELO DRAMÁTICO A multidão que se deslocou ontem ao Santuário para a Procissão das Velas obrigou as autoridades a apelarem aos fiéis para não entrarem no recinto por razões de segurança. “A situação é muito complicada, não há lugar para mais gente”, disse o comandante da Protecção Civil. Um cenário que poderá repetir-se nas cerimónias desta manhã. PRINCIPAL PROBLEMA ESTEVE NO TRÂNSITO A capacidade de estacionamento na Cova da Iria esgotou-se a meio da tarde de ontem, provocando filas de trânsito e o caos na A1. Por isso, os automobilistas começaram a estacionar nas bermas das estradas e entre as rotundas Norte e Sul. Perante este cenário, o tenente-coronel Vítor Lucas, da GNR – que este ano assumiu pela primeira vez as operações de segurança –, admite que a gestão do trânsito com destino a Fátima, nas grandes peregrinações, tenha de ser revista. Esta situação provocou algumas críticas de condutores e moradores da Cova da Iria, uma vez que os principais acessos ao Santuário ficaram congestionados. O nó da A1 chegou a ter uma fila compacta de quatro quilómetros, no sentido Norte-Sul, uma situação que não é habitual –, mas esta também é uma das maiores peregrinações de sempre – com mais de 500 mil fiéis houve apenas as presididas pelo Papa João Paulo II. Para o tenente-coronel Vítor Lucas, o problema não está nas vias interiores, nem nas duas avenidas da cidade que servem a circular externa, que estiveram “sempre desimpedidas”. “O problema foi a saída da portagem”, explicou o militar, refutando que a inexperiência da GNR possa ter contribuído para a situação. Perante estes constrangimentos, a GNR aconselha os peregrinos que só esta manhã se dirigem para Fátima a escolherem estradas secundárias, por forma a aliviar o trânsito e as portagens na A1. Até ao meio da tarde, as autoridades já tinham registado oito furtos de carteiras, à semelhança do que acontece sempre nas peregrinações. PEREGRINOS ESTRANGEIROS DE 26 PAÍSES Milhares de peregrinos estrangeiros de 26 países vão participar nas cerimónias religiosas da Peregrinação Internacional a Fátima integrados em grupos organizados, informou o Serviço de Peregrinos do Santuário. Itália, Polónia, Alemanha, França e Espanha são os países com mais peregrinos inscritos. Estão também inscritos no Serviço de Peregrinos grupos da África do Sul, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Coreia do Sul, Costa do Marfim, Croácia, Eslováquia, Eslovénia, Estados Unidos da América, Holanda, Irlanda, Líbano, Reino Unido, República Democrática do Congo, Singapura, Suíça e Ucrânia. MUÇULMANO YOUSEF FOI A PÉ ATÉ FÁTIMA Entre os milhares de católicos que ontem chegaram ao Santuário de Fátima para o início das celebrações oficiais da Peregrinação Internacional de Maio encontra-se, pelo menos, um muçulmano. Yousef Tarik é paquistanês e muçulmano. Veio ontem pela primeira vez ao Santuário mariano acompanhar a mulher, uma portuguesa da Baixa da Banheira, que costuma ir todos os anos a Fátima rezar. “Nos outros anos, vim a pé com a minha mãe e a minha irmã. Desta vez, o meu marido veio cá ter para dar apoio”, explicou Rita Sousa, casada há três anos com o imigrante paquistanês. “Somos de religiões diferentes mas respeitamo-nos”, disse a portuguesa. Yousef Tarik por sua vez afirmou que iria estar no Recinto por causa da mulher mas com “respeito” pela fé católica. “Sou muçulmano mas não tenho nada contra os católicos. Até casei com uma”, disse, entre sorrisos, o imigrante paquistanês que confessou estar entusiasmado com as cerimónias. “Nunca fui a Meca. Isto é a maior peregrinação a que vou assistir”, afirmou Yousef Tarik que, no entanto, recusa qualquer tipo de conversão. REFERE O ENVIADO DO PAPA: FÁTIMA TEM UM CARISMA ESPECIAL A primeira visita de João Paulo II a Fátima, há 25 anos, foi lembrada ontem na abertura da Peregrinação de 12 e 13 de Maio, pelo bispo da diocese, D. António Marto, que depois rezou com os peregrinos pelo sucesso da visita do actual Papa, Bento XVI, ao Brasil. “Acompanhamos com a nossa oração a viagem de Bento XVI ao Brasil”, disse o bispo de Leiria-Fátima depois de agradecer ao Papa o facto de ter enviado como seu legado pontifício o cardeal Angelo Sodano, que teve um papel “importantíssimo” na revelação da terceira parte do Segredo de Fátima. Na peregrinação que assinala o 90.º Aniversário das Aparições de Nossa Senhora aos Três Pastorinhos, os dois Papas ‘disputam’ as atenções dos fiéis, que há muito conhecem o “amor particular” que João Paulo II nutria por Maria e ontem ficaram a saber do “particular afecto” de Bento XVI e o seu “forte desejo” em visitar a Cova da Iria. “Vocês te-lo-ão cá um dia”, garantiu o cardeal Angelo Sodano na conferência de imprensa que antecedeu a abertura da peregrinação. O cardeal Angelo Sodano, que foi secretário de Estado de João Paulo II e o acompanhou em 51 viagens ao estrangeiro, revelou a sua “grande alegria” por estar na Cova da Iria, que tem um “carisma especial para os fiéis” e é “um dos lugares privilegiados da Igreja contemporânea”. “Através de Maria vamos a Jesus, por isso aceitei com muito gosto vir até junto de vós em representação do Papa”, disse Angelo Sodano, que pela segunda vez preside às celebrações da peregrinação de Maio. A primeira vez foi em 1992. À noite, na missa que antecedeu a procissão de velas, o cardeal italiano fez um fervoroso apelo à paz no Mundo: “A paz é um dom que devemos guardar zelosamente, porque é uma realidade frágil, exposta a mil perigos”, afirmou, lembrando que “há 90 anos que a Mãe de Deus, a partir de Fátima, encaminha os homens e as nações para a conversão, a fraternidade e a paz”. “A Igreja convida-nos a rezar e a implorar este dom da paz pela intercessão de Maria Santíssima, Rainha da Paz”, disse ainda o legado pontifício de Bento XVI. Depois da missa presidida pelo cardeal Angelo Sodano, os peregrinos participaram na Procissão das Velas, unidos num cântico único que se fez ouvir por todo o recinto. Durante a noite os peregrinos participaram na Via Sacra, a que se seguiu a celebração mariana, a missa e a adoração de Laudes. A celebração final começa às 10h00, com a procissão, seguida da eucaristia – que inclui a bênção dos doentes e a consagração – terminando com a emotiva Procissão do Adeus, em que a imagem de Nossa Senhora recolhe à Capelinha. "ESPERO ASSISTIR À CANONIZAÇÃO" (Angelo Sodano, legado pontifício de Bento XVI) Correio da Manhã – Como está o processo de canonização dos beatos Francisco e Jacinta? Angelo Sodano – Nos últimos anos, depois do derrube do comunismo em tantos países, surgiram numerosas causas de mártires. Penso que a causa deles poderá avançar em breve e eu espero ainda assistir à canonização de Francisco e Jacinta. – O que lhe disse Bento XVI antes de partir para o Brasil? – Disse-me “o senhor vai a Fátima, eu vou a Aparecida. Rezemos à Virgem, eu num lugar e o senhor noutro. Saúde a todos os de Fátima e espero também eu um dia, se Deus me der saúde, poder ir lá”. – Está próxima uma visita do Papa à Rússia? – Penso que nos próximos anos será possível o Papa visitar a Rússia, onde hoje existe uma liberdade religiosa fundamental, embora não completa. RÚSSIA ENTREGA ÍCONE COM IMAGENS DA CELA DE LÚCIA O Santuário de Fátima recebe hoje, durante o ofertório da eucaristia presidida pelo cardeal Ângelo Sodano, um ícone russo representando Nossa Senhora de Fátima. Feito pelo iconógrafo ortodoxo russo Ivan Lvovich, o ícone foi construído a partir de duas imagens que a Irmã Lúcia tinha na sua cela no Carmelo de Santa Teresa: uma de Nossa Senhora de Fátima e outra da Manifestação do Imaculado Coração de Maria. O ícone leva incorporado na sua parte central um medalhão com a palavra ‘sertse’ (coração), em caracteres paleoeslavos, e um rosário na mão direita. Além da inscrição ‘Maternidade Divina de Maria’, o ícone tem ainda a frase ‘Ícone da Santíssima Virgem de Fátima. Em Ti, a Unidade’. PEQUENA MADDIE LEMBRADA POR PEREGRINOS EM FÁTIMA O caso do Algarve, da menina inglesa desaparecida, não deixou de tocar os milhares de peregrinos que se passeiam nas imediações do Santuário e muitos foram os que incluíram a pequena Maddie nas suas orações. Maria da Graça tem um pequeno papel com a fotografia da menina, que lhe foi dado por outro peregrino, onde se pode ler um apelo aos crentes para rezarem nas “orações à Nossa Senhora de Fátima e aos três Pastorinhos” para o seu regresso. “Que o 13 de Maio traga, mais uma vez, a todos nós a certeza de que é a fé e a nossa padroeira que nos salvam”, conclui o pequeno papel. Mais próximo de Fátima, o caso da menina Esmeralda Porto também mobilizou as emoções dos peregrinos. PAPA QUER MAIS EVANGELIZAÇÃO Numa clara reprimenda ao clero brasileiro, que considera excessivamente envolvido em acções políticas e sociais, Bento XVI exortou os bispos a redobrarem esforços na difusão das palavras de Cristo e a não se esquecerem que a missão deles é evangelizar. “A fé, os sacramentos e a liturgia devem preceder qualquer compromisso social da Igreja. Essa, e não outra, é a finalidade da Igreja, a salvação das almas, uma a uma.”, declarou o Sumo Pontífice perante 400 bispos reunidos na Catedral da Sé, em S. Paulo. “Quando não existe fé em Cristo nem a Sua presença nas celebrações falta o essencial, também para a solução dos urgentes problemas sociais e políticos”, acrescentou o Papa. Reiterando o seu já conhecido desacordo em relação à postura mais política do que pastoral dos bispos brasileiros, concluiu: “Nós, pastores, devemos ser fiéis servidores da palavra, sem visões redutivas e confusões sobre a missão que nos é confiada.” Na mesma cerimónia o chefe da Igreja Católica condenou “a ferida do divórcio”, a prática de crimes contra a vida e a dignidade humana em nome de direitos e liberdades individuais e os “desvios de sexualidade”, numa clara referência à homossexualidade. VISITA A CENTRO DE REABILITAÇÃO O Papa Bento XVI exortou os fiéis a não perderem a esperança durante uma visita que ontem efectuou ao centro de recuperação de toxicodependentes Fazenda da Esperança, obra social da Igreja liderada pelo frei alemão Hans Stapel. “É preciso construir a esperança, tecendo a tela de uma sociedade que, no estender-se dos fios da vida, perde o próprio sentimento de esperança”, afirmou o Sumo Pontífice, sublinhando que “esta perda é como a maldição que a pessoa humana impõe a si mesma”. Durante a visita, Bento XVI ouviu relatos emocionantes de toxicodependentes de várias nacionalidades. NOTAS ACTUALIZAR INFORMAÇÃO O Santuário de Fátima vai apostar nos próximos anos na actualização da bibliografia sobre aquele espaço, as Aparições e a Mensagem. PASTORINHOS E O FUTURO ‘Colher o essencial da vivência espiritual dos pastorinhos e projectar o futuro do Santuário’ é um dos objectivos do congresso que decorre de 9 a 12 de Outubro. CÂMARAS ILEGAIS As câmaras de videovigilância do Santuário de Fátima ainda não estão legalizadas, apesar de terem sido utilizadas nos últimos anos. PAPAS EM FÁTIMA I João Paulo II é Paulo VI foram os únicos papas que visitaram até hoje o Santuário. João Paulo II por três ocasiões, Paulo VI em 1967. PAPAS EM FÁTIMA II João Paulo I e Bento XVI também estiveram presentes no Altar do Mundo, mas ainda não eram chefes da Igreja Católica. ROMARIA A VALINHOS Cerca de metade dos peregrinos visitam os Valinhos, local da Aparição da Virgem, e Aljustrel, onde residiam os videntes. ASAE NOTA MELHORAS A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica verificou menos infracções em Fátima do que no ano passado. ESTACIONAMENTO LOTADO A capacidade de estacionamento em Fátima esgotou por volta das 15h30 de ontem, a três horas da Peregrinação Internacional de Maio. ENCICLOPÉDIA FÁTIMA A ‘Enciclopédia Fátima’, lançada este fim-de-semana, aborda os vários ângulos das Aparições da Cova da Iria. Carlos Ferreira, Leiria / Isabel Jordão, Leiria / Domingos G. Serrinha, São Paulo, Correspondente
publicado por meninolopes às 17:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. A caminho de mais uma fin...

. A caminho da Final da Taç...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds